Arapongas

Em três meses, Patrulha Maria da Penha realizou 131 atendimentos

Da Redação ·
 Patrulha Maria da Penha garante a efetividade das medidas protetivas e restritivas.  Foto: Sérgio Rodrigo
Patrulha Maria da Penha garante a efetividade das medidas protetivas e restritivas. Foto: Sérgio Rodrigo

A Patrulha Maria da Penha, da Guarda Municipal (GM) de Arapongas, vem cumprindo seu objetivo, comprovado nos dados referente aos atendimentos realizados no primeiro trimestre de 2017. 

continua após publicidade

Conforme a GM Denice Amorim de Almeida, neste período foram 131 atendimentos, sendo 41 em janeiro, 48 em fevereiro e 42 em março, dos quais foram 28 novas visitas, 62 visitas de retorno, seis prisões por descumprimento em flagrante de medida protetiva. 

Também foram registrados 18 casos de descumprimento de medida protetiva sem flagrante, 9 solicitações de desistência pela vítima e nove situações em que a vítima se mudou e não atualizou o endereço.

continua após publicidade

“Valendo lembrar que neste trimestre foram deferidas e enviadas pela 1ª e 2ª vara Criminal da Comarca 30 novas medidas protetivas, sendo 8 no mês de janeiro, 5 em fevereiro e 17 em março”, acrescentou Denice.

Ela ressalta ainda o apoio da Guarda Municipal, que vem auxiliando a Patrulha Maria da Penha contra a violência doméstica, seja com as fiscalizações de medidas, monitoramento as vítimas, bem como as campanhas informativas e de alerta contra este tipo de violência.

Denice informa ainda que em caso de descumprimento de medida protetiva, a pessoa pode ligar para os telefones 153 ou (43) 3902-1010 e para casos de violência doméstica em que a vítima ainda não tem medida protetiva, o telefone é o 190 da Polícia Militar e 181, ou compareça a 22ª SDP para registrar a queixa crime.