Arapongas

PM de Arapongas reforça armamento com fuzis e submetralhadora

Da Redação ·
Policiais Militares de Apucarana já ganharam a primeira remessa dos novos armamentos. Arapongas recebe nesta sexta-feira. (Foto - Delair Garcia)
Policiais Militares de Apucarana já ganharam a primeira remessa dos novos armamentos. Arapongas recebe nesta sexta-feira. (Foto - Delair Garcia)

A 7ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) de Arapongas realiza na manhã da próxima sexta-feira (28) a cerimônia oficial de entrega de quatro fuzis e uma submetralhadora, que completam o armamento da corporação.

continua após publicidade

As armas foram adquiridas através do Conselho Comunitário de Segurança e Bem Estar Social de Arapongas (Conseg) em parceria com o empresariado local que contribuiu para que os novos equipamentos fossem obtidos.

O Conseg garantiu ainda munições que serão entregues posteriormente. O Governo do Estado também assegurou o repasse de mais munições que devem ser repassadas já nesta sexta-feira. Ainda na ocasião todos os fuzis serão repassados à companhia, somente a submetralhadora e a munição custeada pelo conselho serão entregues posteriormente.

continua após publicidade

O Capitão da 7ªCIPM, Vilson Laurentino, ressalta que até o momento a companhia tinha apenas um fuzil e a chegada desses novos trará a sensação de maior segurança à população e também aos policiais. “Vai ajudar muito, principalmente no combate dos crimes onde os bandidos também têm usado armamentos mais pesados. Trará mais suporte aos policias nesses confrontos, nas operações na cidade e até na zona rural”, revela o capitão que também afirma que os policiais militares já estão em treinamento para manusear os novos armamentos.

Apucarana
Recentemente, o 10º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Apucarana também recebeu novos armamentos, através do Governo Estadual e também do Conselho Comunitário de Segurança. Foram oito fuzis que já estão sendo usados pelos policiais e mais oito devem ser entregues até o final do ano.

O subcomandante do 10º BPM, major José Carlos de Oliveira, afirma que os novos armamentos ajudarão no combate ao crime. “Atualmente, com quadrilhas que têm acesso até a explosivos, é fundamental que a polícia tenha armamento como esse, para fazer frente aos bandidos”.