Arapongas

​Polícia Civil confirma que corpo achado em Arapongas é de deficiente auditiva

Da Redação ·
Corpo foi encaminhado ao IML de Apucarana para exame de necropsia - Foto: Vanuza Borges/Tribuna do Norte
Corpo foi encaminhado ao IML de Apucarana para exame de necropsia - Foto: Vanuza Borges/Tribuna do Norte

O delegado-chefe da 22ª Subdivisão Policial (SDP) de Arapongas, Osnildo Carneiro Lemes, confirmou que o corpo encontrado na manhã desta quarta-feira (27) é mesmo da deficiente auditiva Patrícia Aparecida Lima, 30 anos. Ela estava desaparecida desde o feriado de Tiradentes (21/04) quando saiu de casa para ir à igreja.

continua após publicidade

Familiares procuraram a polícia e divulgaram fotos na imprensa para localizar a jovem. O corpo foi encontrado em estado avançado de decomposição em uma estrada próximo à PR-444 e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Apucarana para exame de necropsia. Ao lado do cadáver a polícia encontrou uma bolsa com documentos pessoais em nome de Patrícia.

Segundo o delegado, o corpo estava nu e a linha de investigação é homicídio. "O corpo foi encontrado hoje e ainda estamos na estaca zero, mas tudo indica que ela foi assassinada", disse o delegado. 

continua após publicidade

Lemes suspeita que o crime tenha ocorrido no mesmo dia do desaparecimento. Devido ao estado avançado de decomposição, e também das condições climáticas, ainda não foi possível precisar como a jovem morreu.  

"Não foi possível visualizar que tipo de arma foi utilizada no crime. Além disso, o local onde o corpo foi encontrado foi prejudicado pela forte chuva", comenta. 

O delegado-chefe informou que os familiares de Patrícia, que moram no Jardim Interlagos, serão ouvidos ainda nesta quarta-feira.