Arapongas

Polícia apreende 33 celulares na Cadeia de Arapongas

Da Redação ·
Policiais militares durante operação - Foto: Eliandro Piva
Policiais militares durante operação - Foto: Eliandro Piva

Trinta e três telefones celulares foram apreendidos ontem na carceragem da Cadeia Pública de Arapongas. Os eletrônicos foram retirados dos presos em operação bate-grade solicitada pelo delegado-chefe da 22ª Subdivisão Policial, Osnildo Carneiro Lemes. Superlotada, a carceragem registrou uma fuga recente e uma tentativa de entrega de celulares e drogas na unidade.

Cerca de 15 homens da Polícia Militar e Guarda Municipal auxiliaram os agentes de cadeia na operação de revista, iniciada na manhã de ontem e encerrada no início da tarde. Segundo informações da 7ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), além dos celulares, foram apreendidos carregadores, pequenas porções de maconha e cocaína, oito brocas e pelo menos 10 armas artesanais.

continua após publicidade

Material apreendido na Cadeia de Arapongas
Foto: Eliandro Piva

continua após publicidade



O bate-grades foi realizado para reduzir riscos de fuga. No último domingo, um adolescente e um jovem foram presos em flagrante tentando passar drogas e celulares para os presos. No feriado prolongado de Sete de Setembro, dois detentos conseguiram escapar da unidade depois de serrar a grade do solário da unidade. Na ocasião, sete presos escaparam. Parte deles desistiu da fuga após reação policial e outros foram recapturados nas proximidades.

Polícia apreende 33 celulares na Cadeia de Arapongas
Foto: Eliandro Piva


A cadeia de Arapongas tem superlotação crônica e problemas estruturais graves que vêm sendo contornados com reformas emergenciais. A unidade tem capacidade para 36 detentos e costuma abrigar uma média de 170.