Arapongas

Arapongas realiza Festival de Todas as Artes

Da Redação ·
 Grupo Viagem à Fantasia tem participação confirmada no evento | Foto: Divulgação
Grupo Viagem à Fantasia tem participação confirmada no evento | Foto: Divulgação

Dança, teatro, literatura, música, artes plásticas... Reunir as mais diversas manifestações artísticas é a finalidade do Festival de Todas as Artes de Arapongas (Festar), que começou ontem (10), e segue até o dia 27. A sétima edição do festival - que teve início em 2001, mas foi interrompido durante algumas gestões - movimenta a cena cultural do município pelo terceiro ano consecutivo. A estimativa é reunir durante os 17 dias de festival 30 mil pessoas em diversos locais, como praças, teatros e vias públicas, endereços das apresentações culturais. Para a secretária da pasta Municipal de Cultura, Lazer e Eventos de Arapongas (Secle), Édina Kümmel, o objetivo é identificar e estimular os talentos locais e iniciar um trabalho cultural forte e contínuo com todas as “tribos”.

“Durante o festival teremos apresentações de hip hop, rock, peças de teatro e oficinas de artes plásticas, para contemplar as diversas expressões artísticas”, afirma. Na programação do festival, além de artistas convidados, Édina explica que, assim como nas edições anteriores, foi destinado espaço para a apresentações de alunos da rede municipal de Educação e para os projetos da Escola Municipal de Artes (EMA) desenvolvidos em parceria com a Secretaria de Assistência Social (Semas). A peça de abertura “Alice no País das Maravilhas” é assinada pelo Grupo Viagem à Fantasia, criado há dez anos pela secretaria. “O Festival de Talentos Mirins tem por objetivo despertar o interesse pela cultura desde a infância. A formação cultural também faz parte do processo educacional”, avalia. 

A edição 2015 do festival também irá homenagear a teatróloga Nitis Jacon, fundadora do Festival Internacional de Londrina (Filo), e do Grupo Teatral de Arapongas (Gruta) na década de 1960. A exposição “Nitis Um Ícone” acontece dia 22 e, no mesmo dia, às 20h30, no Cine Teatro Mauá, será encenada a peça “Bodas de Café” pela Escola Municipal de Teatro de Londrina (Funcart). Esta peça, que foi escrita por Nitis, em comemoração aos 50 anos de Londrina foi censurada pela Ditadura Militar.Édina explica que o Festar é realizado basicamente por artistas voluntários. “Dispomos de recursos apenas para o transporte e alimentação, mas, mesmo assim, o festival acontece porque os artistas querem mostrar a sua arte e nós abrimos espaço para a arte fluir”, sublinha. 

A secretária frisa ainda que o festival não dispõe dos recursos da Lei Rouanet, por não ser um evento permanente. “A nossa intenção é colocar o Festar no calendário cultural de Arapongas, independente de quem estivar na administração, e, com isso, conseguir recursos para promover a arte e a cultura no município”, revela. As apresentações do Festar também vão levar arte ao 1º Festival Gastronômico de Arapongas, que acontece nos dias 12 e 13, sábado e domingo, na Praça da Igreja Matriz, das 11h às 22 horas.

continua após publicidade