Arapongas

22ª SDP é instalada oficialmente em Arapongas

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia 22ª SDP é instalada oficialmente em Arapongas
22ª SDP é instalada oficialmente em Arapongas

A instalação oficial da 22ª Subdivisão Policial (SDP) de Arapongas, efetivada nesta sexta-feira pelo secretário de Segurança Wagner Mesquita, culminou com o retorno do delegado Osnildo Carneiro Lemes ao município. Lemes, que iniciou a campanha pela elevação da então 30ª Delegacia Regional de Polícia (DRP), obteve decisão judicial favorável para ser reconduzido ao cargo, de onde alega ter sido transferido repentinamente sem motivo justificável. A portaria nº1.668, que o devolve à função, foi publicada na sexta-feira no Diário Oficial do Estado. Lemes também assumiu a chefia da nova SDP.

continua após publicidade

O delegado conta que foi removido da então 30ª DRP em agosto de 2014, após manifestar publicamente sua insatisfação com a infraestrutura da delegacia onde estava lotado. “A argumentação relativa à minha transferência não tinha fundamento então decidi entrar com um mandado de segurança. O juiz entendeu, por bem, que eu retornasse para Arapongas. O departamento cumpriu imediatamente a ordem e, na próxima semana, começo os trabalhos como delegado-chefe”, comentou.Com o sentimento de missão cumprida, Lemes relembrou a sua chegada ao município, período em que constatou a necessidade de transformar a delegacia regional em subdivisão, diante do porte do município, atualmente com mais de 113 mil habitantes, e pela importância no contexto estadual.  “Quando assumi em 2013 fiz um levantamento e percebi por exemplo, que dos 20 municípios sede de SDP existentes na época, 11 eram menores que Arapongas. Com base neste estudo iniciamos uma luta com apoio de todos os órgãos e, depois de quase um ano, se tornou realidade”, concluiu.

OFICIALIZAÇÃO A instalação oficial da 22ª SDP contou com a presença de diversas autoridades locais, regionais e estaduais. Em seu pronunciamento o prefeito de Arapongas, Antônio José Beffa, agradeceu o empenho para a concretização da subdivisão e aproveitou a presença do secretário Estadual da Segurança Pública, para cobrar a instalação de um Centro de Detenção Provisória (CDP). Segundo Beffa, o terreno foi doado para o Estado na gestão anterior e o projeto já foi concluído. “Os presos estão empacotados na cadeia. O terreno para a construção foi doado e o projeto está pronto, só falta o dinheiro”, reiterou. A unidade carcerária do município tem espaço para apenas 38 detentos e, atualmente, abriga 188. Com a construção do CDP, o número de vagas seria ampliado para 115 presos. Diante da reivindicação, o secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, Wagner Mesquita, anunciou a retomada da construção de 20 unidades prisionais em parceria com o Governo federal, a partir do 2º semestre deste ano, com a abertura de 7 mil novas vagas, além de citar outro projeto desenvolvido pelo Governo do Estado para solucionar o problema da superlotação em cadeias anexas à delegacias.