Arapongas

Feira livre ganha projeto de revitalização em Arapongas

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Feira livre ganha projeto de revitalização em Arapongas
fonte: Foto: Divulgação
Feira livre ganha projeto de revitalização em Arapongas

Tradicional ponto de encontro de araponguenses aos domingos, a feira livre deve ganhar nova cara. Essa é a proposta de um projeto de revitalização do local que está sendo desenvolvido através de uma parceria entre a Prefeitura e o Escritório Técnico de Arquitetura e Urbanismo da Unopar de Londrina. O pré-projeto que inclui o layout proposto para o espaço foi apresentado anteontem aos feirantes.

continua após publicidade

Com quase 180 comerciantes cadastrados, a feira livre de Arapongas ocupa praticamente todo o entorno do Ginásio de Esportes Luiz Augusto Zin. O local tem fama de ofertar de tudo um pouco. Dos tradicionais hortifrúti, passando por roupas, aparelhos eletrônicos, artesanato, plantas ornamentais, a feita também tem barracas de petiscos diversos e recreação infantil.

A professora Tamine Ayoub, da Unopar, explica que a proposta tende a beneficiar os próprios feirantes, para que o ambiente seja organizado de forma a concentrar a venda de produtos do mesmo segmento próximos e ordenados e melhorar a circulação dos visitantes. Além da setorização, o projeto prevê padronização de barracas, implantação de banheiros, bebedouros e bicicletários.

continua após publicidade

O secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Pedro Nazario, destaca que o projeto beneficia tanto consumidores quanto comerciantes. “Nosso objetivo é garantir um ambiente de trabalho adequado aos comerciantes, com uma estrutura ideal e qualidade para exercício de suas atividades e, ainda, oferecer um lugar organizado e cativante para o consumidor. Para tanto, contamos com o apoio da Unopar, uma importante parceria que irá tornar possível nosso objetivo”, destacou o secretário.

Segundo o gerente da secretaria de Indústria, Felipe Brunelli Rosa, o projeto também prevê levantamento de recursos para a reforma e padronização das barracas. “Estamos prevendo espaços publicitários na feira que serão comercializados e cujo valor será revertido para reforma desses espaços”, comenta.

Durante a apresentação do projeto, a secretaria abriu espaço para ouvir sugestões dos feirantes, que apresentaram prioridades que serão inseridas no pré-projeto. A meta é finalizar o projeto definitivo dentro de 30 dias.