Arapongas

Após mobilização social, Parque dos Pássaros recebe melhorias

Da Redação ·
Após mobilização social, Parque dos Pássaros recebe melhorias
fonte: Foto: Divulgação
Após mobilização social, Parque dos Pássaros recebe melhorias

O Observatório Ambiental de Arapongas (OAA) destacou nesta terça-feira (26) as melhorias que a Prefeitura está realizando no Parque dos Pássaros e que estão fazendo com que a população, aos poucos, recomece a frequentar o local. A diretoria do OAA lembra, porém, que as melhorias representam parte das demandas levantadas durante a audiência pública realizada em maio. A audiência foi proposta pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente durante reunião com o OAA e aceita imediatamente. Do OAA fazem parte o Foto Clube Arapongas (Focar), o Grupo de Escoteiros Pássaros da Paz, Rotary, Lions, escolas e outras entidades.

“A audiência pública dimensionou melhor o tamanho do problema e abriu espaço para que a comunidade, especialmente as famílias que residem no entorno, se manifestasse a respeito”, afirma Sandra Gasparotti, presidente do OAA. Nos dias que antecederam a audiência, realizada no próprio Parque dos Pássaros, o local passou por uma das maiores limpezas de sua história, com roçada e vários caminhões de lixo e mato sendo retirados do local.

Para o OAA, as melhorias precisam ser constantes e ampliadas, pois o parque ficou abandonado durante anos, acumulando muitos problemas, inclusive de assoreamento. “O grande mérito de toda a mobilização foi reforçar que o parque é de toda a comunidade, que precisa ajudar a cuidar dele, a estar mais presente e a denunciar os problemas ali existentes", diz ela.

Sandra lembra, por exemplo, que a Sanepar se comprometeu, durante a audiência pública, a resolver uma ligação de esgoto clandestino, responsável pelo despejo de dejetos numa nascente nos fundos do parque, o que não ocorreu. Para ela, a volta das pessoas ao local também mostra a necessidade de se investir mais em segurança. "E quando a gente fala em segurança, isso vai desde uma presença maior da Guarda Municipal e da Polícia Militar até a sinalização das áreas que possam oferecer algum risco, especialmente para as crianças", adverte a presidente do OAA. Ela também lembra a falta de lixeiras e a necessidade de melhorias na iluminação.

continua após publicidade