Arapongas

Novo secretário atende OAA e propõe audiência para o Parque dos Pássaros

Da Redação ·
 Reunião de diretores do OAA com representantes da Prefeitura, do Comdema e da Ong   Olho D’Água
fonte:
Reunião de diretores do OAA com representantes da Prefeitura, do Comdema e da Ong Olho D’Água

O secretário municipal do Meio Ambiente, Vanderlei Sartori Júnior, concordou com a necessidade de se realizar melhorias emergenciais no Parque dos Pássaros. O novo secretário recebeu do Observatório Ambiental de Arapongas (OAA) as mesmas cobranças que foram endereçadas ao secretário anterior, Justo Marques. Neste primeiro momento, instalação do alambrado, roçagem e limpeza do local. Na sequência, instalação de câmeras de monitoramento, melhorias na iluminação e reparos na pista de skate, pistas de caminhada e outros itens deteriorados.

continua após publicidade

Para Sartori, problemas como as ações de vandalismo que atingem o parque vão além da necessidade de instalação de um alambrado. “Se não houver uma mudança de postura em relação ao parque, vamos instalar o alambrado e ele vai ser destruído de novo”, afirmou o secretário, defendendo a realização de uma audiência pública para que a própria sociedade organizada avalie a situação em que a área se encontre e apresente soluções.

Os representantes do OAA insistiram em que a área precisa ser protegida e que o parque tenha horário de funcionamento, como ocorreu no passado, quando ele foi construído. A sugestão inicial é de que funcione das 6 às 22 horas. O OAA também solicitou e a Guarda Municipal já intensificou as rondas no local. Os representantes do OAA aceitaram a realização de audiência pública para tratar sobre a recuperação do Parque dos Pássaros. O secretário acabou concordando com a realização de algumas melhorias, mesmo antes das audiências públicas.

continua após publicidade

A reunião de Sartori com a diretoria do OAA contou também com a presença da secretária municipal de Cultura, Lazer e Eventos, Edna Kümmel, de representantes do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente de Arapongas (Comdema) e da Ong Olho D’Água. “A audiência pública é uma boa oportunidade para que um número ainda maior de pessoas da comunidade tome conhecimento sobre o estado de abandono em que se encontra o parque, desde a administração passada, e sobre a necessidade de boas parcerias para que estas e outras importantes áreas de lazer de Arapongas sejam recuperadas”, avalia a presidente do Observatório, Sandra Gasparotti.

Edina Kümmel respondeu positivamente à proposta do OAA, de se realizar atividades de cultura e lazer na área, o que também deverá ser estendido à Secretaria Municipal de Esportes. “O Parque dos Pássaros só vai dar certo se as pessoas voltarem para lá”, afirma a secretária, lembrando que na gestão de José Bisca, quando o parque foi construído, a Usina do Conhecimento, que faz parte do complexo, era usada para atividades diversas “Tínhamos aulas de balé, por exemplo, até as 22 horas. O pessoal do hip hop usava o barracão do meio para suas atividades. Também é possível realizar ações para a terceira idade e para vários outros segmentos. Tudo isso converge para uma integração de fato daquela área à comunidade”, avalia a secretária. 

A primeira audiência pública deverá ocorrer em maio. A segunda, para fechamento das propostas e definição do calendário de ações, deverá ocorrer em junho.