Arapongas

Racionamento de água começa no domingo em Arapongas

Da Redação ·
Racionamento começa no domingo em Arapongas (Foto: Arquivo)
Racionamento começa no domingo em Arapongas (Foto: Arquivo)

A Sanepar confirmou ontem que o racionamento no abastecimento de água de Arapongas terá início na manhã do próximo domingo. A cidade será dividida em três áreas para tentar equilibrar distribuição. Hoje a empresa deve dar mais detalhes de como o rodízio vai funcionar.

A empresa também vai iniciar a distribuição de panfletos para informar a população a respeito sobre horários e dias de racionamento. O objetivo é racionalizar o abastecimento e garantir água a todos os bairros. No Jardim do Café, por exemplo, uma das regiões mais afetadas, moradores chegaram a ficar sete dias sem água na semana passada.

O rodízio, que já era esperado, já divide a opinião dos moradores de Arapongas. Se de um lado alguns concordam com a medida para equilibrar a distribuição de água em todos os bairros; outros defendem que a situação só chegou a esse ponto por falta de planejamento.

O morador Albino Amaral, do Jardim São Cristovão, bairro que não vem registrando falta de água, por exemplo, considera prudente a medida. 

“Ficar sem água nunca é bom. Mas diante de uma situação como essa, precisamos ser racionais. Tem gente que sofre com a falta de água há dias, enquanto outros não tiveram interrupção no abastecimento. O mais prudente e humano é fazer o rodízio para equilibrar esta distribuição”.

Marcos Pimentel Machado é proprietário de um lava rápido no centro da cidade. Segundo ele, a falta de água é um problema crônico em Arapongas, o desabastecimento é frequente em todas as épocas do ano.

“Eu sou contra o racionamento porque acho errado a população ter que pagar pela falta de planejamento da Sanepar. Não é de hoje que enfrentamos o problema da falta de água. Todo mundo está vendo que a cidade vem crescendo cada dia mais, se eles tivessem se planejado lá atrás, a situação não teria chegado ao ponto que chegou”, diz.

DESCONTENTAMENTO
O descontentamento com a situação enfrentada na cidade está motivando um protesto de moradores, organizado através de redes sociais e marcado para o próximo dia 22. Representantes da empresa darão uma coletiva hoje para dar maiores detalhes sobre o sistema de rodízio na cidade.

continua após publicidade