Arapongas

Estrutura do 24 Horas vai ser transferida para a UPA

Da Redação ·
Estrutura do 24 Horas vai ser transferida para a UPA (Foto: Sérgio Tibi)
fonte:
Estrutura do 24 Horas vai ser transferida para a UPA (Foto: Sérgio Tibi)

Á prefeitura de Arapongas anunciou que vai transferir a estrutura do Pronto Atendimento 24 Horas, do centro, para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no noroeste da cidade. Pautada sobretudo pela dificuldade de contratar médicos, a estratégia é deslocar os recursos humanos e equipamentos para as dependências mais amplas e modernas construídas no Jardim Caravelle. O prédio mais antigo deverá receber outro serviço de saúde, ainda a ser definido. A mudança passará a valer em março, quando terminarem as reformas da UPA. 

continua após publicidade


A medida foi revelada ontem pelo prefeito Antônio José Beffa (PHS), durante visita à unidade. “Iremos aproveitar a estrutura humana (do Pronto Atendimento), além de contratar mais pessoal e remanejar outros”, anunciou. Ainda não está definido como será aproveitado o prédio do atual 24 Horas. “Poderá se tornar um Pronto Atendimento Infantil (PAI)”, cogita o prefeito, sem descartar, contudo, a instalação de outros estabelecimentos de saúde, como policlínica ou centro odontológico. 


Segundo o secretário municipal de Saúde, Alcides Livrari Júnior, a mudança melhorará a qualidade do atendimento aos pacientes em termos de estrutura. Com 1.136 m² de área, a a UPA tem mais que o dobro do tamanho do 24 Horas e fica mais próximo do Hospital João de Freitas. Por outro lado, aumentará a distância para quem mora mais perto da zona sul. “Mas temos a Avenida Rouxinol, como via rápida daquela região.Também estamos fazendo alterações viárias para agilizar ainda mais esse acesso. Além disso, muitos casos graves são encaminhados para o João de Freitas, que está mais perto da UPA”, argumenta. 

continua após publicidade


COMPLEXO DE SAÚDE


O secretário de Saúde acrescenta que a prefeitura pretende construir, nas proximidades, uma espécie de complexo de saúde. Além de um laboratório no terreno da UPA, estão previstas construções de dois Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e a transferências da sede do Serviço Móvel de Urgência (Samu). “Está sendo planejada a construção desse centro de excelência em saúde”, confirma.

Serviço ao público deve começar em março

continua após publicidade


Vencidas as fases de licitação de materiais, os funcionários da secretaria de Obras começaram o ano executando as readequações necessárias antes do início das atividades da Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Em 20 de dezembro de 2013, a inauguração da parte física fez um ano. As obras de adaptação custaram R$ 269 mil da prefeitura, além dos R$ 1,6 milhão do projeto original, pagos pelo Ministério da Saúde.


Segundo o Secretário municipal de Obras, Pedro Paulo Bazana, são feitas readequações de entradas, divisórias, lavatório, pisos e setoriais. A sala de esterilização, por exemplo, foi construída, originalmente, em frente à sala de expurgo. “Muitos detalhes necessários acabaram ficando para trás e tiveram que ser adaptados. Pretendemos terminar as obras no início de março”, estima. Entre a estrutura existente está farmácia; salas de raio x, gesso, enfermagem ecocardiograma, de inalação e de vacinas, além de consultórios médicos, triagem, dormitórios médico, sala de enfermagem e doze leitos.