Arapongas

Prefeitura prepara bairros para coleta seletiva de lixo

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Prefeitura prepara bairros para coleta seletiva de lixo
Prefeitura prepara bairros para coleta seletiva de lixo

A campanha de orientação para o programa da Coleta Seletiva na cidade de Arapongas, teve início nesta semana, com palestra dirigida a três escolas municipais da região onde será iniciado o recolhimento. A prefeitura do município e as secretarias envolvidas em parceria com a Companhia de Desenvolvimento de Arapongas (Codar), realizaram o planejamento, dividindo a cidade em 15 regiões, definindo o dia da semana para cada setor. 
Entre os palestrantes, Salete Roveri Alves da secretaria do meio-ambiente, apresentou um dos fundamentos da coleta seletiva que é a separação, pela população, dos materiais recicláveis do restante do lixo. “Para simplificar, orientamos que o munícipe separe o lixo úmido do lixo seco (reciclável) e lave as embalagens para evitar a proliferação de fungos, insetos e mau-cheiro e facilitar a atuação dos separadores”, frisou Salete, complementando que a destinação do lixo seco é para a Coopreara, cooperativa estabelecida na Usina de Reciclagem e para a Associação dos Catadores de Arapongas (Ascar).

A produção diária de resíduos urbanos na cidade destinada ao Aterro Sanitário é de 105 toneladas, em média. Segundo a prefeitura, com a seletividade é possível diminuir este volume enviado ao aterro e aumentar a vida útil do mesmo.

O diretor da Codar, Ângelo César Pablos, informou que neste início do programa, foram aparelhados três caminhões baú para operarem no recolhimento, que começa no próximo dia 26. “As alterações que forem necessárias para melhorar a abrangência e remanejamentos, serão avaliadas quando a coleta estiver em curso’, afirmou o diretor.

Justo Marques, secretário do Meio Ambiente, explicou que além das palestras será realizada campanha informativa junto à população, com folhetos explicativos sobre a coleta seletiva, orientando a respeito da importância e orientando para a separação. “Uma das etapas do programa é a campanha nas escolas para criação de mascote e concurso para definir o nome do personagem, visando incentivar a participação e adesão da população”, declarou o secretário.
 

continua após publicidade