Arapongas

Arapongas integra agentes de endemias e PSF no combate à dengue

Da Redação ·
 Integração começou há um mês
fonte: Divulgação
Integração começou há um mês

O Controle de Endemias comemora o sucesso da integração dos Agentes de Endemias nas Equipes do Programa Saúde da Família (PSF). A parceria foi iniciada há cerca de um mês. A medida foi estabelecida pelo Ministério da Saúde (MS), conforme a portaria nº. 1007. Segundo a regulamentação, a incorporação dos Agentes de Endemias (ACE) deve ser feita para fortalecer as ações de vigilância junto das equipes de Saúde da Família no combate à dengue.

continua após publicidade

No município, até o momento, 23 Unidades Básicas de Saúde (UBS) já contam em suas equipes com agentes de endemias. A expectativa é que dentro de 30 dias, eles estejam presentes em todas as UBS.

Conforme a coordenadora Aparecida de Oliveira, o agente de endemias fica responsável por 800 a 1000 imóveis e, com isso, o morador fica mais próximo do agente, que é sempre o mesmo a fazer as visitas, passando a conhecer a região e saber onde estão os pontos críticos. “Com a integração, a população também passa a ter mais acesso ao agente de endemias que terá como base a UBS local”, diz Aparecida.

A coordenadora acrescenta que a medida vai trazer ótimos resultados no combate ao mosquito transmissor da dengue. “Neste ano tivemos 64 casos confirmados positivos. Foram muitas as dificuldades para realização dos bloqueios para se evitar uma epidemia, já que vários municípios da região passaram por surtos e epidemias de dengue”, completa.

Para o secretário de Saúde, Alcides Livrari Junior, esta integração entre as equipes de endemias e agentes comunitários de Saúde tem o intuito de tentar deter o avanço da dengue em Arapongas. “Estamos nos empenhando ao máximo nesta tarefa, mas a população deve se conscientizar de que sem a sua ajuda o trabalho fica difícil”, concluiu.