Arapongas

Obra sem uso desde 2009 será revitalizada

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Obra sem uso desde 2009 será revitalizada
fonte: Sérgio Rodrigo
Obra sem uso desde 2009 será revitalizada

Na Praça Mauá (Júlio Junqueira), uma das mais tradicionais de Arapongas, há uma obra no cantinho da quadra entre as ruas Avestruz e Uirapuru que intriga frequentadores. Ninguém sabe para que ela serve. Por estar aberto e sem atividades, o local vem sendo alvo de vândalos. O município tem um projeto para transformar a edificação em ponto cultural.
Muitos araponguenses desconhecem a razão da existência da obra. “Não sei para que serve, não. Nunca vi nada sendo feito aí”, afirma o radialista Rubens de Oliveira. Desta forma, algumas brincadeiras são inevitáveis. “Trabalho aqui há dez anos e, desde que fizeram, ainda não descobri pra que serve”, afirma, bem humorado, o pipoqueiro Manoel Rodrigues, 84 anos.
De 2009,  a obra trata-se de um Centro de Comercialização de Produtos Artesanais, que integrou a reforma da Praça Júlio Junqueira. O contrato total de revitalização foi fechado em R$ 222 mil. Segundo o então vice-prefeito e atual vereador, Jair Milani (PP), o dinheiro também foi usado para instalação de paver e reforma da fonte luminosa do local. “Foram quase 500 m² de calçada linear”, estima.
Desguarnecido, o local vem sendo alvo de vandalismo: pichações, concreto quebrado e parte da porta de um dos banheiros foi arrancada. Milani afirma que basta haver a promoção de eventos para que o local tenha serventia. “Não é uma obra perdida. De repente, pode até fechar em volta e incentivar a realização de atividades. É só ter criatividade”, sugere.
A secretária municipal de Cultura, Edina Kümmel, tem seus planos para o local. O projeto é fechar a área com vidro e concreto e transformá-la num ambiente com dois compartimentos. “Um deles, será uma extensão do setor infantil da Biblioteca. No outro, um pequeno teatro infantil com palco e sem poltronas”, afirma a secretária.
A Casinha do Papai Noel, que só costuma ser ativada nas proximidades do natal, deverá receber personagens infantis alusivos à datas comemorativas do ano todo. “No dia da Independência, por exemplo, pode-se colocar pessoas fantasiadas de integrantes da família real. E também espalhar personagens por toda praça”, planeja. As obras devem completar o processo de revitalização da praça, já iniciado pela prefeitura. “A ideia é tornar a Praça Mauá um ponto dentro desse complexo cultural que estamos fazendo em espaços públicos, como o Mercado Municipal, a Biblioteca e a Feira da Lua, por exemplo”, finaliza

continua após publicidade