Arapongas

Protesto contra a corrupção reúne 1,5 mil pessoas

Da Redação ·

Portando faixas e cartazes, mais de 1,5 mil araponguenses saíram nesta quinta-feira (20) à noite às ruas para somar vozes ao protesto nacional contra a corrupção e outras mazelas sociais do País, de acordo com estimativas da Polícia Militar (PM). Policiais acompanharam os manifestantes durante todo o trajeto, que teve início na Praça Mauá e terminou em frente à Câmara dos Vereadores. O ato foi pacífico.

Os manifestantes defenderam as mais diversas causas. Havia na passeata cartazes contra corrupção e a Copa do Mundo, além de outros defendendo mais verbas para a saúde e para a educação. O hino brasileiro foi entoado diversas vezes pela multidão.

A telefonista Juliane Passoni, de 19 anos, era uma das manifestantes. Com a bandeira brasileira enrolada ao corpo, ela afirmou que os protestos são importantes para conquistar uma sociedade mais justa."Toda a população brasileira está cansada de tanta corrupção, tanto dinheiro gasto em estádios e tão pouco gasto em saúde e educação. Queremos dar um basta nisso", diz.


Leia mais na edição desta sexta-feira (21) da Tribuna do Norte - Diário do Paraná

continua após publicidade