Arapongas

Idosa sepultada há 15 dias tem corpo vilipendiado no cemitério de Arapongas

Da Redação ·

A Polícia Civil de Arapongas está às voltas com um fato macabro para investigar. Familiares de uma idosa de 92 anos, que faleceu no dia 1º deste mês, registraram boletim de ocorrência denunciando suposto vilipêndio de cadáver. Conforme os parentes da mulher, o túmulo dela foi violado, o caixão retirado da sepultura e o corpo colocado sobre outro túmulo. Segundo Rosicléia Alexandre da Silva, neta da idosa de nome Arminda, a família supõe que em seguida alguém fez sexo com o cadáver já em estado de decomposição.

continua após publicidade

"Isso é um absurdo e queremos Justiça, Minha avó era muito católica e morreu amparada por Deus. E aí vem um desequlibrado desses e pratica tal absurdo", reclamou Rosicléia. A neta da idosa vítima de vilipêndio de cadáver revelou ainda que uma família estaria residindo dentro do cemitério de Arapongas, a 10 metros do túmulo da sua avó, que foi violado. "Como ninguém viu nada? Há alguma coisa muito estranha nessa história e isso precisa ser investigado", completou Rosicléia.  

continua após publicidade
continua após publicidade
continua após publicidade
continua após publicidade
continua após publicidade
continua após publicidade
continua após publicidade
continua após publicidade