Apucarana

Workshop básico de smartphone reúne 70 idosos em Apucarana

O evento da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho através do Departamento da Política para a Pessoa Idosa, foi realizado em parceria a Prefeitura de Apucarana e o Celepar

Da Redação ·
O Secretario de Estado, Ney Leprevost esteve na abertura do workshop
fonte: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de Apucarana
O Secretario de Estado, Ney Leprevost esteve na abertura do workshop

A abertura do workshop, no início da tarde, no pólo da UAB, contou com a presença do Secretário de estado da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost. “Essa iniciativa do governo do estado é um verdadeiro sucesso. Vi aqui pessoas de até 82 anos focadas em melhorar seu domínio dos serviços online e de acesso as redes sociais. Isso faz bem para saúde mental dos idosos. Manter a mente ativa ajuda na prevenção de doenças que afetam a memória a partir de certa idade”, afirma Leprevost.

continua após publicidade

O secretário municipal da indústria, comércio e emprego, Edison Estrope, que representou o prefeito Junior da Femac (em viagem), destaca a adesão do workshop em Apucarana. “É a única cidade do interior do Estado, com exceção de Curitiba e região metropolitana, a preencher todas as 70 vagas disponibilizadas no curso. A média de participantes nos municípios do interior do Estado é de 40 idosos”, observa Estrope.

O conteúdo do workshop abrange noções básicas da comunicação por telefone; configuração de internet por dados móveis ou wi-fi para uso do e-mail, playstore, Youtube e WhatsApp.

continua após publicidade

Maria Nazaré da Silva, 82 anos, moradora do distrito de Correia de Freitas, viu no workshop a oportunidade de eliminar a dificuldade de usar o smartphone e a não depender da ajuda de familiares quando deseja acessar as redes sociais. “É uma oportunidade que pessoas como eu não podia perder”, afirma Nazaré.

Adelina Machado Barbosa, 63 anos, também encontrou no workshop um meio de saber a usar o facebook e instagram. “Quero aprender e não é todo mundo que tem paciência de ensinar. Vou ter mais acesso aos grupos que participo, com o da paróquia. Como estamos vivendo um momento com restrição para sair de casa, vamos interagir pelo celular”, comemora Adelina.

De acordo com a chefe do núcleo regional da Sejuf, Márcia Souza, o workshop estimula a autonomia e independência das pessoas idosas em suas atividades diárias, com o uso de recursos de tecnologia da informação. “É uma forma de acesso à cidadania e qualidade de vida”, afirma Márcia.