MAIS LIDAS
VER TODOS

Serra de Apucarana

Vinícola relata prejuízos após ficar 50 horas sem energia elétrica

Rede elétrica ficou desligada desde a sexta-feira (01) até o domingo (03) e prejudicou funcionamento de um dos principais atrativos da região

Da Redação

·
A falta de energia se iniciou na sexta-feira (01) e prosseguiu até o domingo (03).
Icone Camera Foto por Divulgação
A falta de energia se iniciou na sexta-feira (01) e prosseguiu até o domingo (03).
Escrito por Da Redação
Publicado em 04.12.2023, 12:47:29 Editado em 04.12.2023, 18:26:52
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

A Vinícola Casa Carnascialli, localizada na PR-170 (Rodovia do Milho), na Serra de Apucarana, sofreu prejuízos e teve seu funcionamento prejudicado por conta da falta de energia elétrica. De acordo com Rogério Carnascialli, um dos proprietários do empreendimento, a falta de energia se iniciou na sexta-feira (01) e prosseguiu até o domingo (03).

continua após publicidade

“Ficamos sem energia aqui, na sexta-feira, por volta das 15h e a rede elétrica só foi reestabelecida no domingo, quando já era em torno de 17h. A queda de energia aqui na Serra de Apucarana é constante, mas nunca havíamos passado por um período tão longo assim. Foram mais de 50 horas", conta.

- LEIA MAIS: Carteira assinada: semana começa com mais de 290 vagas em Apucarana

continua após publicidade

Carnascialli relatou ainda que está fazendo levantamento do total dos prejuízos, mas que toda a programação do local foi prejudicada por conta do transtorno.

“Aqui na vinícola, tudo que fazemos é de forma agendada. Portanto, perdemos todos os hóspedes que ficariam em nossos chalés, já que não tinha energia para fazer sua utilização”, relata.

Alimentos estragados

Os prejuízos também ocorreram na cozinha da vinícola.

continua após publicidade

“Perdemos muitos alimentos, que acabaram estragando. Tivemos que jogar fora bastante comida, que seria consumida aqui ao longo do final de semana”, lamenta.

Rogério Carnascialli também afirma que não conseguiu suporte por parte da Copel e que demorou para que a empresa lhe desse algum retorno.

“Desde a sexta-feira, quando passou a faltar energia, entrei em contato diversas vezes com a Copel, e o atendimento que recebi me pareceu automatizado. Levou mais de 22 horas para que aparecesse a primeira equipe de manutenção da empresa”, frisa.

continua após publicidade

Aluguel de geradores para conter prejuízos

Para evitar mais prejuízos, a vinícola acabou alugando três geradores de energia movidos a combustível.

“Alugamos três máquinas para podermos ao menos manter parte da nossa programação. Afinal também temos um compromisso com nossos clientes, que precisam sempre agendar previamente a vinda até aqui”, comenta.

continua após publicidade

PREFEITO SE MANIFESTA

O prefeito Junior da Femac (PSD) foi procurado pelo empresário Rogério Carnasciali, proprietário da Vinícola Casa Carnasciali e também por proprietários rurais da região da Serra de Apucarana. Eles pediram a imediata intervenção da prefeitura para agilizar o restabelecimento da energia elétrica na região.

Ele considerou a situação muito complicada. “Foram cerca de 50 horas, ou seja, dois dias sem energia elétrica, gerando a perda de alimentos, gastos com aluguel de geradores e muitos transtornos. Tudo bem que houve danos na rede da Copel devido à queda de árvores, mas o serviço e o restabelecimento do sistema poderia ter sido mais rápido”, lamentou Junior da Femac, que relata ainda muitas cobranças à prefeitura devido a constantes quedas de energia, inclusive na área central de Apucarana. O prefeito disse que está mantendo contato com dirigentes da Copel, em Curitiba.

COPEL

A Copel informou que equipes de serviço e de manutenção foram mobilizadas durante o final de semana, em um atendimento necessário para a religação de 26 unidades na região conhecida como "Serra de Apucarana", depois que um temporal na última sexta-feira (01) derrubou árvores e rompeu mais de 600 metros de fiação elétrica de média tensão em meio à mata, na divisa entre o município e a vizinha Cambira.

continua após publicidade

"O primeiro atendimento ocorreu ainda no dia do evento climático; porém, as condições adversas de acesso ao local e a complexidade dos serviços necessários exigiu deslocamento de equipes de maior porte e equipamentos mais adequados. O trecho foi percorrido, parte com veículos 4x4, parte a pé, com o material para execução e equipamentos de segurança sendo levados manualmente pelos profissionais. Boa parte do serviço foi executada sob a chuva que persistiu ainda ao longo de sábado e domingo, quando então foi concluída a remoção de todas as árvores, regularizada a fiação para que o fornecimento de energia pudesse ser reestabelecido a todos os consumidores envolvidos".

Vinícola relata prejuízos após ficar 50 horas sem energia elétrica
Icone Camera Foto por Rogério Carnascialli

Na tarde de sábado (02), inclusive, o local realizou uma balada eletrônica, que já é tradicional na vinícola.

continua após publicidade

“Fizemos o evento praticamente às escuras, de forma totalmente precária, afinal os geradores suprem o básico, mas não substituem a rede padrão de energia. Por sorte, o DJ e o público ainda conseguiram fazer um bom evento”, salienta Carnascialli.

Programação gastronômica cancelada

Já no domingo (03), um dos principais atrativos da vinícola também precisou ser cancelado.

“Todos os almoços que estavam agendados aqui foram cancelados. Tinha gente de toda a região, que já estava aguardando há um tempo para vir aqui e tivemos que desmarcar tudo”, lamenta.

Por fim, Carnascialli também relata que ele é apenas um dos produtores prejudicados com esse apagão.

“Aqui na nossa região, os produtores rurais também ficaram às escuras. Meus vizinhos que produzem tomate, por exemplo, ficaram todo esse tempo sem fazer a irrigação adequada das plantas”, salienta.

A energia só foi reestabelecida no domingo (03), por volta das 17h.

Procurada pela reportagem do TNOnline, a Copel não se pronunciou até a publicação desta matéria. O espaço segue aberto para esclarecimento da empresa.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Apucarana

    Deixe seu comentário sobre: "Vinícola relata prejuízos após ficar 50 horas sem energia elétrica"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!