Apucarana

“Vida Animal” garante cuidados especiais para cães e gatos

O prefeito Junior da Femac afirma que as mudanças foram feitas em consonância com políticas de saúde e proteção animal que são referência no País

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Em pouco mais de um ano e três meses de funcionamento, o Programa Vida Animal já distribuiu 24 toneladas de ração
fonte: Reprodução
Em pouco mais de um ano e três meses de funcionamento, o Programa Vida Animal já distribuiu 24 toneladas de ração

Em abril de 2021, o Canil Municipal de Apucarana foi transformado em Centro Municipal de Saúde Animal (CEMSA). Com a mudança, houve uma transformação no conceito de atendimento e uma série de cuidados especiais foi introduzido. Agora, mensalmente protetores de cães e gatos recebem gratuitamente ração, uma equipe fica de prontidão para o resgate de animais feridos e casos graves são encaminhados para uma clínica especializada. Além disso, foi implantado um canal para denúncias de maus tratos e o serviço de castrações foi aperfeiçoado com a implantação de um escritório de agendamento na área central da cidade.

continua após publicidade

O prefeito Junior da Femac afirma que as mudanças foram feitas em consonância com políticas de saúde e proteção animal que são referência no País. “Dentro deste contexto, criamos o Programa Mais Vida Animal. Tudo isso foi normatizado através da Lei 023/2021, aprovado pela Câmara de Vereadores, disciplinando o atendimento e tratamento de animais errantes, incentivando a posse responsável e o controle de natalidade através da esterilização, o recolhimento e registro de animais, o controle de zoonoses e a fiscalização e punição dos maus tratos”, frisa Junior da Femac.

RAÇÃO PARA PROTETORES – Em pouco mais de um ano e três meses de funcionamento, o Programa Vida Animal já distribuiu 24 toneladas de ração. “O Município auxilia 32 protetores de animais com o fornecimento mensal de ração. Para ser atendido, o protetor deve cuidar de pelo menos 15 animais, mas temos casos de pessoas que têm até 90 animais”, afirma o médico-veterinário João Pedro Correa, diretor do CEMSA. De acordo com ele, as cotas de ração fornecidas variam de acordo com a quantidade de animais. “As quantidades variam muito, mas quem tem o mínimo que é 15 animais recebe 30 quilos de ração e quem tem 90, que é a maior quantidade que um protetor possui, ganha 135 quilos de ração”, exemplifica Correa.

continua após publicidade

SERVIÇO DE RESGATE – O Centro Municipal de Saúde Animal possui um veículo van e um funcionário que ficam à disposição para fazer o resgate de animais nas ruas. “Isso para chamados que envolvem animais errantes e que não possuam tutor. São situações de atropelamento ou animais que estejam muito debilitados, em que é necessário atendimento médico-veterinário com urgência”, observa o diretor do CEMSA, acrescentando que desde que o centro foi implantado já foram feitos 1.156 resgates.

CLÍNICA ESPECIALIZADA – Algumas pessoas, invés de acionar o serviço de resgate, optam por levar o animal ferido diretamente no CEMSA, localizado na Cristiano Kussmaul, na saída para o Contorno Sul.  Foi o que aconteceu com Wiliam Marques de Oliveira, que encontrou nesta terça-feira (26/07) um cão ferido nas imediações da Avenida Aviação. “Acho que  ele foi atropelado. Eu estava passando por lá naquele momento e socorri o cachorro”, conta Oliveira.

O cão recebeu os primeiros cuidados e, como havia a suspeita de fratura na perna ou quadril, o cachorro foi encaminhado para a clínica veterinária conveniada com o Município. “Será feito um raio-x e verificada a necessidade de uma cirurgia ou outro tipo de procedimento”, afirma o diretor do CEMSA, informando que já foram feitos 510 encaminhamentos deste tipo para a clínica conveniada desde abril do ano passado.

continua após publicidade

CASTRAÇÕES – No período em que o espaço possuía apenas o conceito de um canil convencional, as castrações aconteciam apenas duas vezes por semana. “Agora, as castrações acontecem de segunda a sexta-feira, no período das 12h30 às 16 horas. O serviço é destinado exclusivamente para pessoas de baixa renda, que devem comprovar essa situação procurando o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) mais próximo da sua casa”, orienta Thaísa Soethe, médica-veterinária responsável pelo serviço no CEMSA. Com a esterilização feita diariamente, o número de castrações já é de 1.240 desde abril do ano passado.

ESCRITÓRIO DE AGENDAMENTO  – Devido à localização do Centro Municipal de Saúde Animal, que fica na saída para o Contorno Sul, o programa conta com um escritório de agendamento, localizada na área central, na Praça Valmor Santos Giavarina. “Além de orientações, neste espaço é feito o agendamento das castrações. Ao conseguir o comprovante de baixa renda no CRAS, a pessoa deve ir até o escritório para agendar o procedimento”, explica Thaísa, observando que o escritório funciona de segunda a sexta, no período da manhã das 8 às 11 horas e, à tarde, das 13 às 17 horas.

DENÚNCIAS DE MAUS TRATOS –  O programa também disponibiliza um número de WhatsApp (99626-3680) para receber denúncias de maus tratos a animais. “Já recebemos 768 denúncias, sendo que a maior parte delas está relacionada com o abandono de animais. Muitas famílias mudam para outra cidade e deixam o animal na casa. Sendo um animal saudável, é necessário identificar o autor do abandono e registrar um Boletim de Ocorrência, pois isso configura um crime”, explicam os fiscais de maus tratos, Ilton Nogueira e Rodrigo Rocateli, acrescentando que o canal permite que o denunciante envie fotos e vídeos. Além do abandono, há outras diversas situações de maus tratos que também são averiguadas e encaminhadas à Polícia Civil.

continua após publicidade

ESTRUTURA DO SERVIÇO – Para desenvolver a política de saúde e proteção animal dentro de um novo conceito, foi necessário fazer uma reestruturação da equipe. Atualmente, o programa conta com dois médico-veterinários, dois fiscais de maus tratos, um funcionário para o resgate, quatro tratadores e higienizadores, uma zeladora e um funcionário no escritório de agendamento, além de pessoas que realizam um trabalho voluntário.

ADOÇÃO – O espaço do CEMSA conta com um canil onde permanecem 170 cães. Também existe um “gatio” com cerca de 80 felinos. “Periodicamente, postamos fotos dos animais nas redes sociais e muitas pessoas vêm para fazer a adoção. Nestes casos, a pessoa assina o termo de adoção e posse responsável, onde constam diversos compromissos em relação aos cuidados e à proteção do animal”, frisa do diretor do CEMSA.

continua após publicidade

Além do número que é específico para denúncias, os serviços do Centro Municipal de Saúde Animal podem ser acionados durante a semana pelo telefone 3901-1051, das 8 às 18 horas. “Também mantemos o atendimento de plantão das 18 às 20 horas e também nos feriados e finais de semana, através do número 99967-0045”, informa o diretor do CMSA.

PROGRAMA + VIDA ANIMAL EM NÚMEROS*

– castrações: 1.232

continua após publicidade

– resgates: 1.156

– atendimentos em clínica: 510

– adoções: 321

– denúncias atendidas: 768

– ração entregue para protetores: 24 toneladas

* estatística no período de abril de 2021 a julho de 2022

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News