Vereadores de Apucarana se reúnem com direção do Hospital da Providência - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Saúde

Vereadores de Apucarana se reúnem com direção do Hospital da Providência

Foto por
Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

O vereador Marcos da Vila Reis, acompanhado do vereador Gentil Pereira, esteve reunido na última semana com a diretora geral do Hospital da Providência, Irmã Geovana Ramos. Em pauta, a volta do atendimento do SAS – Sistema de Assistência à Saúde dos Servidores do Estado do Paraná, em Apucarana.

“Estamos há cerca de 2 anos nesta batalha de trazer novamente o SAS para a nossa cidade. Os nossos servidores estaduais tinham um atendimento diferenciado em Apucarana, um atendimento muito bom e de uns anos para cá, estão sendo atendidos somente em Londrina, Maringá e até cidades um pouco mais distantes. Fomos procurados por várias pessoas e começamos a busca por trazer esse serviço novamente para cá. Desde o ano passado estamos em reunião com o Dr. Eduardo Mischiatti, diretor geral do SAS, com a ajuda do secretário de Estado da Saúde, Dr. Beto Preto. Já estivemos em Curitiba duas vezes, com a equipe do Providência, com vereadores e, em março deste ano chegamos a anunciar que o serviço teria início na cidade no prazo de no máximo 60 dias, com os mesmos atendimentos que já eram ofertados”, destacou o vereador.

Marcos lembra que o anunciou foi feito ao receber a notícia que Apucarana seria novamente uma Mesorregional e que os atendimentos não tiveram início em função da pandemia. “Os contratos acabaram atrasando, o diretor da Santa Casa de Londrina se afastou da sua função por ser do grupo de risco. Nós, aqui no legislativo, fizemos requerimento há um mês atrás que foi encaminhado para a Santa Casa. Prontamente eles entraram em contato com o Hospital da Providência para alinhar o assunto. O que nós queremos é que o processo tenha continuidade com agilidade. Queremos que as pessoas sejam atendidas em Apucarana, principalmente neste período delicado que estamos passando”, relatou.

O vereador reafirmou que a direção do Hospital da Providência foi solícita em atendê-los e que dentro de 10 a 15 dias dará um retorno sobre o início das atividades do SAS. “A Irmã Geovana irá pessoalmente a Santa Casa de Londrina para tratar da parte administrativa e financeira para que tudo seja resolvido da melhor forma possível e dentro do que rege a licitação e contrato. Queremos que todos servidores estaduais que têm direito ao SAS sejam atendidos na nossa cidade. É um trabalho que trouxe bons resultados para os apucaranenses”.

Marcos completou dizendo que um novo projeto para o ambulatório do Providência está sendo feito para que os atendimentos do SAS sejam realizados. “O Hospital da Providência tem se empenhado para que os atendimentos sejam retomados o mais breve possível. A luta é de todos nós”.

ATENDIMENTOS

No edital, segundo lembrou o vereador Marcos da Vila Reis, serão ofertados os atendimentos em clínica médica / medicina de família e comunidade; ginecologia e obstetrícia; pediatria; cardiologia; cirurgia geral; fisioterapia; pronto atendimento 24 horas; procedimentos ambulatoriais básicos; procedimentos cirúrgicos de baixa complexidade; procedimentos em obstetrícia; internações clínicas e cirúrgicas por período de, pelo menos, até 48 horas; exames de radiodiagnóstico de baixa complexidade; exames de ultrassonografia (exceto ecodoppler); exames básicos de patologia clínica; eletrocardiograma; teste de esforço e endoscopia digestiva.

O SAS é um benefício concedido pelo Governo do Estado, sem qualquer contrapartida financeira do servidor, garantindo uma cobertura assistencial médico-ambulatorial e dependentes pensionistas.

Deixe seu comentário sobre: "Vereadores de Apucarana se reúnem com direção do Hospital da Providência"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.