Apucarana

Vento de mais de 67 km/h atinge Apucarana e causa estragos

'Acima de 54 km/h já é considerado forte', diz meteorologista do Simepar

Da Redação ·
Núcleo Habitacional Castelo Branco, em Apucarana, no norte do Paraná
fonte: WhatsApp
Núcleo Habitacional Castelo Branco, em Apucarana, no norte do Paraná

A chuva com fortes ventos que ocorreu na madrugada deste sábado (23) atingiu diversas cidades do Vale do Ivaí, inclusive Apucarana, causando estragos, como queda de árvores e de energia. 

continua após publicidade

De acordo com Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), vento de mais de 67 km/h foi registrado em Apucarana. "Acima de 54 km/h já é considerado forte. No entanto, não é a primeira vez que acontece a Cidade Alta", explica o meteorologista Paulo Barbieri. 

Ainda conforme o Simepar, neste sábado (23) estão previstas rajadas de vento de até 71 km/h, em Apucarana. 

continua após publicidade

Com relação à quantidade de chuva, Paulo diz que foram registrados 13.2 m/l. "Não é uma quantidade de água expressiva. O que foi mais intenso durante esse episódio foram os ventos mesmo", complementa. 

Previsão do tempo

De acordo com o Simepar, a madrugada foi de tempo muito instável e com ocorrência de temporais em praticamente todas as regiões do Paraná. "Já tivemos chuvas e ventos fortes sobre o oeste e sudoeste no início do período e, agora, as tempestades atuam mais do centro para o norte e leste do Estado", escreveu o meteorologista Lizandro Jacóbsen. 

continua após publicidade

Ainda conforme o Simepar, há uma frente fria que avança pelo Sul do Brasil e mantém o tempo instável na região do Estado. Chuvas já na madrugada, inclusive não se descartando evento de chuva mais forte localizado. Em relação às temperaturas, em média apresentam elevação mais lenta até a tarde, enquanto em áreas bem ao sul fica ligeiramente frio à noite.

Domingo (24) 

Neste domingo (24), após o deslocamento de uma frente fria pela região sul do Brasil, uma massa de ar mais seco e menos aquecido avança na região. Com isto, as temperaturas ficam mais baixas ao amanhecer e a noite, enquanto o sol aparece no interior do estado.