Mais lidas

    Apucarana

    Apucarana

    Venezuelana desempregada há 2 anos procura trabalho

    Venezuelana desempregada há 2 anos procura trabalho
    Foto por Divulgação
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 20.04.2021, 11:29:18 Editado em 20.04.2021, 13:04:46
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    A venezuelana Neyeska del Valle Contreras Tablante, 30, faz um apelo para conseguir um trabalho em Apucarana, onde vive com a família há mais de dois anos. "Estou desempregada há dois anos e gostaria muito de trabalhar, mas por causa do meu visto, que é provisório, não está fácil. Até fui chamada para algumas entrevistas, inclusive para atuar como operadora de caixa em um mercado. Porém, esse fator acaba prejudicando o processo", explica. 

    Neyeska vive na Cidade Alta, com o esposo, que trabalha como entregador, e o filho, de 3 anos. A família veio em busca de uma oportunidade de vida melhor. "O sobrinho do meu marido disse para a gente que havia muitos empregos por aqui. No entanto, até surgem entrevistas de trabalho, mas quando as pessoas veem meu visto, não me contratam", acrescenta.

    Eletricista industrial formada, a venezuelana veio morar no Brasil com a família devido à crise econômica e social que seu país enfrenta. "Muito difícil ficar desempregada. Estou disposta a trabalhar, mas preciso de ajuda com essa questão do visto, é uma exigência. Perdi boas vagas por conta disso", comenta.

    Para entrar em contato com Neyeska ligue: 43 99167-3274.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Apucarana

    Deixe seu comentário sobre: "Venezuelana desempregada há 2 anos procura trabalho"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.