Apucarana

Vacinação para idosos de 78 e 79 tem grande movimento; assista

Da Redação ·

A vacinação em Apucarana para idosos de 78 e 79 anos tem grande movimento nesta sexta-feira (12). A imunização ocorre no sistema drive-thru, no estacionamento do Complexo Esportivo José Antônio Basso (Lagoão). Assista:  

continua após publicidade

 Vacinação para idosos de 78 e 79 tem grande movimento; assista - Vídeo por: Reprodução  

Na sexta e no sábado, a vacinação vai ocorrer no período das 8h30 às 17 horas. Já no domingo, a imunização acontecerá no período das 8h30 às 13 horas. “Além dos idosos de 78 e 79 anos, vamos concluir também a vacinação da faixa etária de 80 a 84 anos. É o que conseguiremos fazer com as doses que recebemos”, anunciou Junior da Femac, através de live nas redes sociais.

continua após publicidade

O prefeito afirma que na faixa etária de 75 a 79 anos existem 2.100 pessoas para serem imunizadas. “Recebemos somente 960 doses e, por isso, vamos vacinar neste momento as pessoas com 78 e 79 anos. Vamos aguardar, na sequência, a chegada de mais imunizantes para vacinar todos desta faixa etária”, pondera, lembrando que as pessoas, para receber a dose, deverão apresentar o CPF ou cartão do SUS e um documento com foto.

Junior da Femac salienta que o sistema de saúde já está sentindo os primeiros resultados da vacinação. “Verificamos claramente a diminuição nos óbitos na faixa entre 85 e 95 anos, que abrange as pessoas já imunizadas. A vacinação é o grande instrumento que temos e, enquanto avançamos, peço para que as pessoas mantenham os cuidados, usando máscara, álcool gel e evitando aglomerações”, reitera.

SEGUNDA DOSE – Na semana que vem, também através do sistema drive-thru no Lagoão, será aplicada a segunda dose da vacina para a faixa etária de 90 a 94 anos. “A aplicação da segunda dose vai ocorrer na segunda e na terça-feira, das 8h30 às 17 horas no estacionamento do Lagoão. Além do CPF ou cartão do SUS e de um documento com foto, é imprescindível que a pessoa leve também a carteira da vacinação da primeira dose”, orienta Roberto Kaneta, diretor-presidente da Autarquia Municipal de Saúde.