Apucarana

TJ inaugura unidade de justiça restaurativa em Apucarana

Comarca é a primeira no interior a conta com uma Central de Procedimentos Socialmente Úteis

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia TJ inaugura unidade de justiça restaurativa em Apucarana
TJ inaugura unidade de justiça restaurativa em Apucarana

O desembargador José Laurindo de Souza Neto, 2º vice-presidente do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ), inaugurou na tarde desta quinta-feira, no Fórum Desembargador Clotário Portugal de Apucarana, a Central de Procedimentos Socialmente Úteis (CEMSU) e Acompanhamento das Audiências de Custódia.  A unidade será responsável pela gestão da política de alternativas penais do Judiciário sob o enfoque das práticas restaurativas e do acompanhamento em rede.

continua após publicidade

A comarca de Apucarana é a primeira do interior a receber uma Central. A primeira unidade do gênero foi instalada  em julho do ano passado na capital. Segundo TJ, o objetivo do trabalho é resgatar o caráter terapêutico e restaurativo das penas e medidas alternativas, oferecendo melhores perspectivas de reintegração social, responsabilizar os autores de fatos criminosos e reduzir as taxas de reincidência. O trabalho funciona em parceria com o município.

A solenidade de inauguração contou com a presença do juiz Osvaldo Soares Neto, diretor-presidente do fórum de Apucarana, além dos demais juízes e membros do Ministério Público. Comandante do 10º BPM, tenente-coronel Cardoso, delegados da Polícia Civil, e as secretárias de assistência social, Ana Paula Nazarko, da mulher, Denise Canesin, e o Procurador Geral do Município, Rubens de França também participaram do evento. 

Tags relacionadas: #Apucarana #Comarca #JUSTIÇA