Suspeitos de estupro coletivo são soltos em Apucarana; MP diz que vai recorrer - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

INVESTIGAÇÃO

Suspeitos de estupro coletivo são soltos em Apucarana; MP diz que vai recorrer

Foto por
Escrito por Cindy Santos
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Os quatro suspeitos de estupro coletivo foram liberados da cadeia, na noite de sexta-feira (28), em Apucarana. Eles são investigados pelo estupro de uma jovem, de 19 anos, com problemas cognitivos que estuda na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae). Conforme informações apuradas pelo TNOnline, os alvarás de soltura foram expedidos às 18h20 de sexta-feira.  

Os suspeitos estavam detidos no Minipresídio em caráter temporário. O Ministério Publico (MP) chegou a entrar com pedido de prisão preventiva, mas foi negado pelo judiciário que revogou as prisões temporárias dos homens. O promotor Justiça da 5ª Promotoria Fabrício Drumond Monteiro disse ao TNOnline que irá recorrer. 

O CRIME

O crime aconteceu em 23 de julho. Imagens de uma câmera de segurança no local onde a vítima foi abordada ajudaram a identificar os suspeitos que têm 19, 21, 25 e 30 anos (Leia mais). 

Segundo a Polícia Civil, nas imagens é possível ver o carro em que estavam os quatro investigados. O veículo, que seria de um sargento do Exército, para e logo depois some do vídeo levando a vítima. A jovem é aluna da Apae de Apucarana e toma remédios controlados para depressão e convulsão.

A Polícia Civil chegou até o militar após receber uma denúncia anônima. "Pedimos ajuda do Comando do Exército para saber se o carro que apareceu nas imagens pertencia a um dos militares e eles, prontamente, descobriram de quem era o veículo. Nos apresentaram as informações que precisávamos, pois eles não compactuam com esse tipo de atitude", disse a delegada Sandra Nepomuceno.

O 30º Batalhão de Infantaria Mecanizado (30º BIMec) se manifestou sobre a prisão do sargento (Leia mais).

Em nota, o comando do 30º BI Mec afirma que tem colaborado inteiramente com as investigações e com o cumprimento do referido mandado judicial. Reitera ainda que o Exército Brasileiro não compactua com qualquer tipo de conduta ilícita por parte de seus integrantes.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Suspeitos de estupro coletivo são soltos em Apucarana; MP diz que vai recorrer"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.