Apucarana

Servidor da 16ª RS retoma cargo após decisão judicial

Benedito Bento foi exonerado do cargo em junho do ano passado

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Servidor da 16ª RS retoma cargo após decisão judicial

Exonerado desde junho de 2021, através de decreto assinado pelo governador Ratinho Junior, o chefe da divisão administrativa da 16ª Regional de Saúde (RS) de Apucarana, Benedito Bento foi reconduzido de volta ao cargo por decisão da justiça. 

continua após publicidade

O retorno do servidor foi determinado pela Vara do Trabalho de Apucarana, pelo juiz titular do processo que apura denúncias de supostos abusos cometidos pelo servidor e determinou o afastamento em caráter temporário. A medida foi revogada pelo juiz após oitiva com testemunhas relacionadas ao processo. O mérito da ação ainda não foi julgado.

A 16ª Regional de Saúde de Apucarana confirmou à informação ao site TNOnline. Bento já foi reconduzido ao ao cargo há alguns dias. Em nota encaminhada ao site, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) informa que cumpriu com a determinação judicial de retorno do servidor para as atividades junto ao órgão, lembrando que os procedimentos administrativos também tramitaram pelas esferas competentes.

continua após publicidade

A Justiça do Trabalho não comenta casos em andamento. Fontes ligadas a 16 ª RS afirmam que o caso foi baseado em denúncias de servidores motivadas por divergências políticas. Os desafetos teriam, inclusive, organizado um grupo em um aplicativo de mensagens. 

Relembre o caso

O servidor teve seu afastamento determinado pelo juiz titular da Vara do Trabalho de Apucarana Maurício Mazur no dia 11 de maio de 2021, depois que o Ministério Público do Trabalho (MPT), propôs uma ação civil pública contra Bento, denunciando uma série de abusos supostamente praticados contra trabalhadores da RS, entre eles, assédio moral e sexual. Pelo menos 13 funcionários da RS teriam sido ouvidos durante o processo.