Apucarana

Sem salário, trabalhadores protestam novamente em Apucarana

Os trabalhadores foram até a outra sede da empresa, localizada no Parque Industrial Oeste, para tentar falar com a diretoria, porém, sem sucesso; VEJA

Da Redação ·

Mais uma vez, dezenas de funcionários de uma empresa de calçados de segurança, localizada na Vila São Francisco, na BR-376 em Apucarana, realizam uma manifestação. O motivo do protesto, na porta da fábrica, é o atraso de pagamentos. 

continua após publicidade

Conforme o revisor de qualidade, Jonatas Enrique de Almeida, que trabalha há 1 ano e 5 meses no local, a empresa prometeu resolver a situação na quinta-feira (24), porém, nenhum valor caiu na conta dos trabalhadores. "Fizemos uma manifestação na manhã de quarta, a empresa nos prometeu o pagamento, falou que iria depositar os valores na quinta, como isso não aconteceu, estamos aqui novamente realizando uma manifestação, há três meses eles estão nos pagando atrasado, porém, neste mês de fevereiro ainda não recebemos nosso pagamento nem o vale", disse.

Ainda de acordo com o trabalhador, a empresa prometeu realizar os pagamentos nesta sexta-feira (25). "Um representante da empresa pediu para juntar o Pix de todos os funcionários, são em torno de 50 pessoas, e prometeu que iria começar a pagar via Pix o pagamento, mas não falou nada de vale. Algumas pessoas já começaram a receber valores, porém, só vamos sair daqui da frente, quando todos tiverem recebido", explica. 

continua após publicidade

Os trabalhadores foram até a sede da empresa, localizada no Parque Industrial Oeste, para tentar falar com a diretoria, porém, sem sucesso. Uma mulher gestante que estava na manifestação passou mal e precisou ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).  

"Nós queremos receber, trabalhamos o mês inteiro, temos filho pequeno, aluguel para pagar, um mês que não pego dinheiro, meu filho pedindo as coisas e eu não sei o que fazer", disse Brenda Chaves que também estava no protesto. Assista:    null - Vídeo por: Reprodução   

A diretoria da empresa ainda não se pronunciou sobre o assunto. 

continua após publicidade