Apucarana

Saúde reforça estrutura para enfrentamento da Covid-19

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Saúde reforça estrutura para enfrentamento da Covid-19
fonte: Denobi
Saúde reforça estrutura para enfrentamento da Covid-19

Definir estratégias de enfrentamento para o possível aumento de casos da Covid-19 a partir da próxima semana devido às festas de final de ano e alertar as pessoas com cormobidade e acima de 60 anos para buscarem atendimento médico já a partir dos primeiros sintomas de gripe. Os dois temas marcaram a primeira reunião do ano, no gabinete municipal, entre o prefeito Junior da Femac, a direção da Autarquia Municipal de Saúde (AMS) e do Hospital da Providência.

continua após publicidade

A Autarquia Municipal de Saúde anunciou um reforço da equipe médica, enfermeiros e técnicos de enfermagem que atuam no Pronto Atendimento do Coronavírus e o Hospital da Providência comunicou que está preparando a disponibilidade de mais leitos de enfermaria e de UTI exclusivos para pacientes do novo coronavírus. “Temos que estar preparados para um possível aumento de casos da Covid-19 já a partir deste final de semana, num reflexo das reuniões familiares de Natal, em especial das festas da virada do ano”, analisa o diretor presidente da AMS, Roberto Kaneta.

Com Apucarana somando 30 óbitos por complicações da Covid-19 em dezembro e 7 nos cinco primeiros dias do ano, o prefeito Junior da Femac, as autoridades de saúde e a direção do Hospital da Providência alertam para um fator que pode estar diretamente a esse índice de mortalidade. “As pessoas estão procurando atendimento médico quando a quadro da doença da Covid-19 está grave. Se tornou comum o paciente chegar no hospital com a necessidade ir diretamente da UTI”, alerta a diretora geral do Providência, irmã Geovana Ramos.

continua após publicidade

O prefeito Junior da Femac lança um apelo para evitar que esse tipo de situação. “Pessoas que têm alguma cormobidade, com um alerta maior aos casos de hipertensão arterial, diabetes e obesidade, e aquelas com idade acima de 60 anos com ou sem cormobilidade, assim que apresentaram algum sintoma gripal devem procurar atendimento médico. Essa é uma forma de evitar essa tendência dos pacientes buscarem a assistência hospitalar já com quadro grave da Covid-19. Queremos proteger a defender a vida de todos os apucaranenses enquanto aguardamos mais esse período para a chegada da vacina”, afirma Junior da Femac.

Além do prefeito Junior da Femac e do vice-prefeito Paulo Vital, participaram da reunião o presidente e vice-presidente da Autarquia Municipal de Saúde, Roberto Kaneta e Emídio Bachiega, respectivamente; a diretora geral, o diretor executivo e a intensivista do Hospital da Providência, irmã Geovana Ramos, Guilherme Borges e doutora Camila Carvalho, respectivamente.