Apucarana

Ricardo Barros presta contas em Apucarana; veja

Durante entrevista, Ricardo Barros falou sobre a CPI da Covid-19 e afirmou que a comissão não vai encontrar corrupção

Da Redação ·

O deputado federal Ricardo Barros (PP-PR) e líder do governo Bolsonaro, esteve em Apucarana na manhã desta sexta-feira (20), e prestou contas na Câmara de Vereadores.

continua após publicidade

Conforme o deputado, já foram R$4.781.782 de recursos destinados para Apucarana, sendo R$700 mil para a infraestrutura urbana. "Aproveitei para visitar o vereador Lucas Leugi que é do nosso partido. Temos uma boa relação com as entidades, prefeitura, saúde, e vim prestar conta do nosso trabalho, dos esforços em cooperar com a cidade. Estou em Brasília com as portas abertas", disse.

Durante entrevista, Ricardo Barros falou sobre a CPI da Covid-19 e afirmou que a comissão não vai encontrar corrupção no Governo. "Querem incriminar o presidente Bolsonaro de alguma forma, não tem indícios de corrupção. Todas as pessoas ouvidas negaram irregularidades,  a CPI não vai encontrar irregularidades pois não tem. O que a CPI vai fazer é um relatório de que o presidente conduziu mal a pandemia", ressaltou.

continua após publicidade

Sobre as eleições, Ricardo Barros informou que apoia a reeleição de Bolsonaro e do governador Ratinho Júnior, além disso, comentou que Apucarana pode ter candidato próprio. 

"Vamos acompanhar o governador Ratinho Junior e o presidente Bolsonaro. Aqui em Apucarana poderemos ter candidatos, temos lideranças que podem disputar a eleição, o Lucas pode disputar. No ano que vem o Brasil terá grande recuperação econômica, todos vacinados, vão retomar as atividades, é um momento de crescimento e de transparência das eleições, que é a bandeira do presidente. Bolsonaro vence as eleições, eleição não é hoje, é daqui a muitos meses, até lá, o país vai estar estabilizado e podemos escolher o melhor para o Brasil e o melhor é ele. Temos que tomar cuidado para não perder a oportunidade de ter um reformador na presidência da república. A  nossa constituição, e eu defendo uma nova, precisa ser reformada. Não tem como pagar todos os direitos que estão lá estabelecidos com tão poucos deveres, por isso que o país está há 8 anos com déficit fiscal primário", finaliza. 

Tags relacionadas: #Apucarana #Ricardo Barros