Apucarana

Rede estadual amplia oferta de ensino integral; assista

De acordo com o NRE de Apucarana, além das 3 instituições de ensino que já trabalham nesta modalidade, outras 4 estão aderindo para início em 2022

Da Redação ·

O ensino em tempo integral está sendo ampliado na rede estadual da região. De acordo com o Núcleo Regional de Educação (NRE) de Apucarana, além das 3 instituições de ensino que já trabalham nesta modalidade, outras 4 estão aderindo para início em 2022.

continua após publicidade

Atualmente, o colégio Três Reis de Oliveira em Apucarana, colégio Rui Barbosa em Jandaia do Sul e o Colégio Estadual Marumbi já oferecem o ensino fundamental em período integral. A partir de 2022, estão aderindo a escola estadual Vale do Saber (CAIC) de Apucarana, a escola estadual Professor Francisco Antônio de Sousa, também de Apucarana e a escola estadual Carlos de Campos, de Jandaia do Sul, no ensino fundamental.No ensino médio, o Colégio Estadual Érico Veríssimo, de Faxinal, será o primeiro a oferecer o ensino integral na região.

Os alunos matriculados no ensino integral estudam das 7h30 até as 16h30 e, nesse período, recebem 3 refeições. Além das aulas regulares do currículo tradicional, também são oferecidas oficinas e disciplinas eletivas como educação financeira, empreendedorismo, entre outros.

continua após publicidade

De acordo com o chefe do NRE, Vladimir Barbosa, a ampliação na região faz parte de uma estratégia do governo do estado de incentivar o crescimento do ensino de tempo integral no Paraná. “É algo que traz benefícios tanto para as escolas, quanto para os alunos. A escola ganha melhorias, mais funcionários, mais merenda e maior participação no fundo rotativo, dobrando a capacidade de atendimento. Para os alunos e os pais também é importante porque ele vai passar mais tempo dentro da escola, aprendendo, poderá ter acesso a outras disciplinas e oficinas”, considerou.

EQUIPAMENTOS

Luiz Rafael Ribeiro Moço, diretor da escola estadual Professor Francisco Antônio de Sousa, de Apucarana, já está trabalhando junto com sua equipe para a adaptação do local. A instituição de ensino fundamental atende a 220 alunos e, a partir do ano que vem, formará 8 turmas em período integral.

continua após publicidade

“Estamos reestruturando todas as salas e já ganhamos laboratório novo de informática, impressora 3D, lousa digital, entre outros materiais que devem complementar o ensino. Serão 16 disciplinas: 8 da base nacional comum curricular e 8 de componente curricular eletivo, que são aulas de empreendedorismo, educação financeira, programação e tecnologia computacional, entre outras. Para colocar tudo isso em prática, devemos ter um incremento de 40 a 50 novos profissionais na escola”, revelou o diretor.

ASSISTA: 

 Rede estadual amplia oferta de ensino integral; assista - Vídeo por: Reprodução  

continua após publicidade