Apucarana

Prova do Pé Vermelho terá mais de 300 atletas no Jaboti

Corrida acontece no próximo domingo (12)

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Prova do Pé Vermelho terá mais de 300 atletas no Jaboti

A 1ª edição da Prova Pedestre Pé Vermelho, marcada para este domingo (12), em Apucarana, contará com a presença de 315 atletas, representando cidades do Paraná e de São Paulo. A informação foi dada nesta quinta-feira pelo empresário João Dias, atleta e que ajuda na divulgação da competição.

continua após publicidade

A corrida tem o apoio da Secretaria Municipal de Esportes da Prefeitura de Apucarana e será realizada no entorno do Lago Jaboti, com percurso de 6 quilômetros. A largada será às 8 horas, no pátio da Associação Cultural e Esportiva de Apucarana (Acea).

De acordo com Dias, a prova terá atletas de 20 cidades e ocorrerá em várias categorias pelos naipes masculino e feminino. Se inscreveram competidores de Apucarana, a maioria da equipe Pé Vermelho; Arapongas, Maringá, Londrina, Cambé, Rolândia, Jandaia do Sul, Mandaguari, Ibiporã, Florestópolis, Cascavel, Telêmaco Borba, Califórnia, Marilândia do Sul, Kaloré, Borrazópolis, Paraguaçu Paulista, Florínea, Assis e Taciba. Os quatro últimos municípios são de São Paulo.  

continua após publicidade

“A expectativa é muito grande e teremos atletas de destaque nesta competição. Estamos comemorando e festejando nessa retomada do pedestrianismo em nossa cidade. Todos os atletas que concluírem a prova receberão medalhas. As cinco maiores equipes do evento e os cinco melhores atletas de cada categoria também serão premiados”, destaca Dias.

O professor José Marcelino da Silva, o Grillo, secretário municipal de Esportes da Prefeitura de Apucarana, disse que a secretaria apoia a corrida neste domingo. “Estamos juntos nessa competição que é a volta do pedestrianismo em nosso município. Muitos que vão competir no domingo já estão se preparando para a tradicional Prova Pedestre 28 de Janeiro que acontece no início do próximo ano. São duas competições com o total apoio do prefeito Junior da Femac”, disse o professor Grillo.