Apucarana

Programa “Mais Vida Animal” chega a 770 castrações

Ação é realizada pelo Centro Municipal de Saúde Animal da Prefeitura de Apucarana

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Imagem ilustrativa da notícia Programa “Mais Vida Animal” chega a 770 castrações

O Centro Municipal de Saúde Animal da Prefeitura de Apucarana (Cemsa), por intermédio do Programa Mais Vida Animal, atingiu nesta semana a marca de 770 castrações de animais domésticos tutelados por famílias de baixa renda. Tendo como porta de entrada cadastro junto ao Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), os resultados positivos do trabalho social de esterilização já são aferidos no dia a dia pela equipe de manejo do canil.

continua após publicidade

“Verificamos uma redução significativa de ocorrências ligadas ao abandono de filhotes e até mesmo de encaminhamento ao nosso centro. Isso se deve ao sucesso desta iniciativa idealizada pelo prefeito Júnior da Femac, que beneficia de forma direta um público que não tem condições de pagar por uma castração”, considera o biólogo Luan Rafael da Silva Santos, coordenador do Cemsa.

Santos também pontua que tem verificado uma maior conscientização por parte das pessoas. “Felizmente tem aumentado o nível de educação sanitária, sobretudo com relação a este assunto, e com isso as pessoas que se enquadram, têm cada vez mais procurado projetos sociais – como o disponibilizado pela prefeitura – que promovem o bem estar do animal”, revela.

continua após publicidade

Ligado à Autarquia Municipal de Saúde (AMS), o Programa Mais Vida Animal teve início em abril do ano passado. Além de castração gratuita de cães e gatos, também garante auxílio a protetores independentes com repasse mensal de ração e atendimento veterinário a animais vítimas de abandono ou maus-tratos, através do próprio Cemsa e por meio de clínicas conveniadas. “Do total de 770 castrações realizadas até o momento, fico ainda mais satisfeito em saber que 90% é de animais oriundos de famílias de baixa-renda que se cadastraram através dos CRAS. Isso demonstra a amplitude desta iniciativa pública e que os objetivos traçados estão sendo alcançados”, disse o prefeito Júnior da Femac.

Entre os requisitos legais para ter direito ao benefício, além de estar inscrito no CadÚnico do Governo Federal, o interessado precisa ter renda familiar mensal de até meio salário-mínimo por pessoa. “O número de castração é limitado a dois animais ao ano, por família”, informa Luan Rafael da Silva Santos, coordenador do Cemsa. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones 3901-1051 ou 99967-0045.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News