Apucarana

PR seleciona profissionais para ensinar português a ucranianas

Os candidatos serão selecionados no âmbito do programa Paraná Fala Idiomas (PFI)

Da Redação · GoogleNews

Siga o TNOnline
no Google News

Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Imagem ilustrativa da notícia PR seleciona profissionais para ensinar português a ucranianas
fonte: AEN

O Paraná está selecionando cinco profissionais para atuar como instrutores de língua portuguesa para as cientistas ucranianas que serão acolhidas pelas universidades estaduais. Os candidatos serão selecionados no âmbito do programa Paraná Fala Idiomas (PFI), com bolsas mensais no valor de R$ 2.500.

continua após publicidade

A iniciativa atende uma demanda do recém-lançado Programa Paranaense de Acolhida a Cientistas Ucranianas, da Fundação Araucária, que é voltado para pesquisadoras refugiadas da Ucrânia, país do leste europeu que está em conflito, para o desenvolvimento de projetos de pesquisa nas instituições estaduais paranaenses de ensino superior.

Além de dominar os idiomas inglês e ucraniano e tecnologias digitais, os bolsistas devem residir em um dos 399 municípios do território paranaense e comprovar graduação, preferencialmente em Letras–Português. Os profissionais aprovados não podem ter qualquer tipo de vínculo empregatício nem estar recebendo outra modalidade de bolsa.

continua após publicidade

Cada bolsista ficará responsável por até três turmas, perfazendo uma carga horária total de 40 horas semanais: 12 horas para aulas (quatro horas por turma); 12 horas para planejamento; quatro horas para formação pedagógica; e quatro horas para atendimento às alunas.

As aulas serão ministradas em formato remoto, por meio de plataformas digitais, como o Google Meet (serviço de comunicação por vídeo) e o Google Classroom (sistema de gerenciamento de conteúdo para distribuição e avaliação de atividades educacionais).

Conforme a coordenadora do PFI, professora Eliane Segati Rios, o objetivo é disponibilizar o ensino de português como língua adicional para as pesquisadoras ucranianas, a fim de promover a melhor adaptação delas aos novos lugares. “O projeto vai atuar de forma estratégica no acolhimento das cientistas ucranianas para facilitar a inserção cultural, linguística, social e acadêmica das pesquisadoras no Paraná”, afirma.

continua após publicidade

ORIENTADORES – Além dos instrutores, também estão sendo selecionados dois orientadores pedagógicos para essas turmas, com bolsa-auxílio no valor de R$ 1.288. Nessa modalidade, preferencialmente, os candidatos devem fazer parte do quadro permanente de servidores das universidades estaduais do Paraná.

PFI – O programa é desenvolvido pela Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti), com recursos do Fundo Paraná de financiamento científico e tecnológico. O principal objetivo é apoiar o processo de internacionalização contínua das sete universidades estaduais.

Seleção de bolsistas para o projeto Português como Língua Adicional para Imigrantes:

continua após publicidade

Inscrições: até 10 de abril – envio de documentos, via e-mail, para pfi@uenp.edu.br

Prazo para inscrição: até 10 de abril

Consulte os editais AQUI

Com informações da Agência Estadual de Notícias.