Apucarana

Postos esperam distribuidoras para reduzir preços da gasolina e etanol

Redução do ICMS do etanol no Paraná e queda de 4,9% do preço da gasolina ainda não foram repassadas em Apucarana e Arapongas

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
A expectativa dos estabelecimentos é que isso ocorra até sexta-feira (22)
fonte: TNOnline
A expectativa dos estabelecimentos é que isso ocorra até sexta-feira (22)

Os preços da gasolina e do etanol nos postos de Apucarana e de Arapongas ainda não foram impactados pelas novas medidas anunciadas pela Petrobras e governo estadual para reduzir os valores praticados nas bombas. A expectativa dos estabelecimentos é que isso ocorra até sexta-feira (22).

continua após publicidade

Em relação à gasolina, a Petrobras anunciou que o preço médio de venda para as distribuidoras passará de R$ 4,06 para R$ 3,86 por litro a partir desta quarta-feira (20), uma redução de R$ 0,20 por litro ou de 4,9%. 

No entanto, essa redução ainda não chegou às bombas. Segundo pesquisa feita no aplicativo Menor Preço, os preços praticados em Apucarana estão entre R$ 5,89 e R$ 5,99, praticamente os mesmos da semana passada. O mesmo ocorre em Arapongas, onde a gasolina é vendida entre R$ 5,72 e R$ 5,84.

continua após publicidade

No caso do etanol, o Governo do Paraná anunciou a redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de 18% para 12%. A medida entrou em vigor no último sábado (16), mas até agora esse combustível não sofreu mudanças nos valores. Em Apucarana, houve uma redução de R$ 0,10 por litro em relação à semana passada. No entanto, segundo o setor, a queda está ligada à disputa de mercado e não tem ainda relação com o ICMS.

Gerente de um posto de combustível em Apucarana, Vilson Kozan afirma que os dois combustíveis devem sofrer redução até sexta-feira (22). “Estamos aguardando o repasse da distribuidora. Acreditamos em uma redução entre R$ 0,20 e R$ 0,30 no etanol e de R$ 0,10 a R$ 0,15 na gasolina”, assinala.

Ele afirma que o etanol, com o preço atual, deixou de ser vantajoso na comparação com a gasolina. O cálculo utilizado prevê a multiplicação do preço do etanol por 100 e a divisão pelo litro da gasolina. O resultado precisa ficar abaixo de 70. Atualmente, o resultado é 78. “O etanol deixou de ser atrativo e, por isso, a expectativa é pela redução do preço”, explica Kozan. No caso do diesel, não há mudanças de preços prevista. 

continua após publicidade

Veja como fazer o cálculo

1. Multiplique o preço do litro do etanol por 100

2. Divida então pelo preço do litro da gasolina

continua após publicidade

3. Se o resultado for 70 ou menos, isso indica que o etanol é mais vantajoso

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News