Apucarana

População aprova recolhimento de móveis e inservíveis da prefeitura

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia População aprova recolhimento de móveis e inservíveis da prefeitura
fonte: Edson Denobi
População aprova recolhimento de móveis e inservíveis da prefeitura

A Prefeitura de Apucarana iniciou oficialmente nesta sexta-feira (12/03) o serviço gratuito de recolhimento residencial de móveis e outros materiais domésticos inservíveis. O trabalho, que já era feito de forma experimental através da Secretaria de Serviços Públicos desde o início do ano, por determinação do prefeito Júnior da Femac agora é um programa permanente, decisão que recebeu aprovação da população. “Maravilhoso trabalho. Precisei que coletassem alguns móveis e foram rápidos. Também solicitei o recolhimento de galhos e troncos de frente da minha casa e mais uma vez fui prontamente atendida”, disse Nilcéia Moreira.

continua após publicidade

José Rota salientou ser triste ver pessoas jogarem lixo em saco plástico, móveis, latas, entre outros materiais, em locais em terrenos baldios, áreas de proteção ambiental e próximos de nascentes. “Muito boa essa iniciativa da prefeitura, que certamente dará o destino correto ao que for recolhido”, pontuou.

O início oficial do programa foi acompanhado pelo prefeito. “Com essa iniciativa o cidadão não tem mais justificativa para descartar móveis e outros objetos domésticos inservíveis em terrenos baldios. É uma ação que resultará em ganhos ambientais, a exemplo de outras que já foram implantadas por nossa administração, como os serviços de recolhimento de pneus inservíveis e de retalhos das indústrias de confecção, que estão consolidados”, frisou Júnior da Femac.

continua após publicidade

O agendamento do recolhimento de móveis e outros materiais domésticos inservíveis deve ser feito pelo telefone 3427-8431, de segunda a sexta-feira. “A partir do cadastro da solicitação, nosso pessoal faz a programação para a coleta no local”, explica o prefeito, lembrando que o serviço é gratuito. Ele pede que até o recolhimento, o morador mantenha o descarte protegido da chuva, para evitar o acumulo de água correndo risco de se tornar foco de proliferação do mosquito transmissor da dengue.

Júnior da Femac salienta que o programa municipal é um dos compromissos assumidos durante a campanha eleitoral e que tudo que será recolhido terá a destinação ambiental correta. “Além de móveis e outros inservíveis residenciais, o serviço também recolherá galhos de árvores. Às vezes o morador faz a poda de uma pequena árvore que possui dentro do quintal e não sabe como fazer a destinação. O serviço está estruturado também para atender essa demanda”, completa o prefeito Júnior da Femac. 

Para a execução do serviço, a Prefeitura disponibilizou dois caminhões pequenos e um grande, além de uma equipe de 10 funcionários.