Apucarana

Polícia Militar de Apucarana realiza Operação 'Narco Brasil'

A ação aconteceu na Avenida Aviação, na região do Jardim Aeroporto

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

A Polícia Militar (PM) de Apucarana realizou na noite de segunda-feira (27) a Operação Narco Brasil, que tem por objetivo promover mais segurança. A ação aconteceu na Avenida Aviação, na região do Jardim Aeroporto. 

continua após publicidade

Conforme a PM foram abordados 10 carros, quanto motos e 26 pessoas. Nada de ilícito foi encontrado e nenhuma pessoa foi presa. A operação, que também mira o tráfico de drogas, deve continuar acontecendo na cidade.

PM recupera Hilux roubada enquanto procurava por outra, idêntica

continua após publicidade

A Polícia Militar de Mauá da Serra recuperou, no início da madrugada desta terça-feira (28), na Serra do Cadeado, uma caminhonete furtada em Santa Catarina. O veículo foi localizado quando a equipe da PM monitorava a BR 376 depois de receber informações que uma outra caminhonete roubada, também em Santa Catarina, estaria em deslocamento, provavelmente para Guaíra, no Paraná.

O posto base que a Polícia Militar montou na rodovia, em Mauá da Serra, era para monitorar a possível passagem de uma caminhonete Hilux branca, ano 2017, produto de furto/roubo, que poderia estar com placas trocadas. Durante o monitoramento, as equipes abordaram veículos similares ao descrito nas informações.

Já no final da noite de segunda-feira (27), quando a equipe abordava uma Hilux branca 2017, que não era a procurada, passou uma outra pelo posto, mas de modelo mais novo, 2021. A equipe decidiu ir no encalço do veículo, fez o acompanhamento tático e conseguiu fazer a interceptação em outro ponto, já na Serra do Cadeado.

continua após publicidade

Na abordagem, o condutor, de 25 anos apresentou os documentos do veículo. Na checagem inicial, as placas da caminhonete, de Cianorte, pertenciam de fato a uma Hilux branca ano 2021. Os policiais continuaram nas checagens e decidiram verificar a numeração do chassi, quando descobriram que a caminhonete, na verdade, era da cidade de Camboriu (SC), e pertencia a um restaurante da cidade.

Apesar da adulteração de sinal identificador (placas), até então o sistema não acusava qualquer alerta de roubo ou furto para aquele veículo. A equipe de Mauá da Serra repassou a situação a Central de Operações do 10º. BPM, em Apucarana, para que verificasse se não haveria, de fato, sinal de alerta para o veiculo abordado. O Copom conseguiu confirmar, então, um boletim de ocorrência registrado no 12º. BPM, em Balneário Camboriú.

O rapaz, de 25 anos que dirigia a caminhonete, apresentou apenas um documento pessoal, um passaporte, e disse que estava indo para Guaíra, vindo de Ilhota (SC). Ele relatou inicialmente aos policiais que teria adquirido a caminhonete em Itajaí, por R$ 30 mil, reforçando as suspeitas, uma vez que este tipo de veículo tem valos de mercado na casa dos R$ 270 mil.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News