Mais lidas

    Apucarana

    APUCARANA

    Polícia investiga onda de furtos no transporte coletivo

    Polícia investiga onda de furtos no transporte coletivo
    Foto por Reprodução
    Escrito por Aline Andrade
    Publicado em 15.04.2021, 11:38:14 Editado em 15.04.2021, 11:38:26
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Uma onda de furtos no transporte coletivo de Apucarana está assustando usuários e mobilizando a Polícia Civil (PC) para encontrar os responsáveis. De acordo com as vítimas, a maioria mulheres, a forma de ação dos crimes é muito parecida.

    Geralmente uma ou duas mulheres distraem o alvo dentro do ônibus, enquanto um homem se aproxima para roubar os pertences. Para se ter uma ideia, no mês de março, em um único dia, 5 pessoas foram vítimas de furtos nos ônibus. Ao longo do mês de abril até hoje, outros 4 registros do crime foram feitos pela Polícia Militar (PM).

    De acordo com investigadores do Departamento de Furtos e Roubos da 17ª Subdivisão Policial, imagens de câmeras de segurança dos ônibus revelam que os crimes estão sendo praticados sempre pelo mesmo grupo: duas mulheres, sendo uma delas loira, e dois homens, todos aparentando de 40 a 50 anos de idade. As imagens estão sendo analisadas e compartilhadas com investigadores de outros municípios da região, pois a suspeita é de que os suspeitos não sejam de Apucarana. Ainda de acordo com a investigação, eles agem preferencialmente em ônibus mais cheios e costumam distrair as vítimas para levar seus pertences.

    O chefe do setor de operações da VAL Leozé dos Santos afirma que a empresa está colaborando com as investigações. “Todas as imagens solicitadas pela polícia foram entregues e esperamos que os crimes sejam elucidados o mais rápido possível”, disse.

    A costureira Dirce de Fátima da Silva de 61 anos, foi uma das vítimas. Ela conta que pegou um ônibus que fazia o trajeto Marcos Freire – Centro para fazer o pagamento de uma conta e teve todo o seu dinheiro levado pelos ladrões. “Foi a segunda vez que fui abordada dessa forma, mas da primeira vez não me levaram nada. Dessa vez, quando fui saltar do ônibus, uma mocinha muito educada foi me oferecer ajuda para descer, me deu o braço, enquanto outra mulher ficou parada na minha frente e um rapaz veio do meu lado, onde estava a bolsa. Eu já estava na rua quando percebi que o zíper da minha bolsa estava estourado e haviam levado minha carteira com todos os meus documentos e R$ 750 em dinheiro que eu levava para pagar uma dívida. Me deixaram sem nada, fiquei desesperada”, contou.

    A Polícia Militar, através da sua assessoria, orienta a população para que redobre os cuidados com seus pertences ao utilizar o transporte coletivo, pois em sua grande maioria, os criminosos aproveitam um momento de descuido da vítima para agir. “Ao adentrar no ônibus, certifique-se de deixar bolsa, celular e pertences próximos ao corpo e mantenha-se atento. Não deixe celular e carteira no bolso de trás, isso facilita a ação criminosa. Não deixar a bolsa aberta, mantê-la fechada e na frente do corpo. Em caso de suspeita, faça contato com o motorista ou cobrador ou acione a Polícia Militar através do 190”.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Apucarana

    Deixe seu comentário sobre: "Polícia investiga onda de furtos no transporte coletivo"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.