Apucarana

Polícia faz prisão em ponto de venda de drogas no Tibagi

A partir de denúncias anônimas, PM faz apreensão de drogas e prende homem em ponto conhecido no Jardim Tibagi

Da Redação ·
Drogas e materiais usados pra tráfico, apreendidos na ocorrência, no Tibagi
fonte: PMPR
Drogas e materiais usados pra tráfico, apreendidos na ocorrência, no Tibagi

A Polícia Militar de Apucarana atendeu chamados anônimos na noite desta sexta-feira (25), No Jardim Tibagi, quando aprendeu drogas e um homem, acusado de tráfico. A equipe policial recebeu denúncias de que num endereço da rua José Ribeiro de Souza estaria ocorrendo intenso tráfico de drogas. Conforme as denúncias, seria uma casa, onde moraria um casal, inclusive com uma criança pequena.

continua após publicidade

Em patrulhamento no endereço citado, a equipe se deparou com um portão aberto e pode ouvir uma discussão que estaria ocorrendo no local, entre o casal. Na abordagem policial, se encontravam no local mais quatro pessoas, que se identificaram como amigas do casal.

O casal informou à PM que a discussão era por ciúmes e a mulher chegou a dizer que não houve agressão alguma e não pretendia representar contra o parceiro.  Indagado sobre a denúncia de se fazer tráfico de drogas no local, os dois negaram.

continua após publicidade

Na abordagem, os policiais pediram autorização para revistar a residência, de um único cômodo, local de péssimo estado de higiene, conforme relato em boletim de ocorrência. A equipe fez a vistoria no local e encontrou uma porção de substância análoga a cocaína (9,2g) e uma porção de maconha (21,2g), ambos em cima da geladeira, onde também se encontravam outros materiais utilizados para o tráfico, como peneira, plástico filme, assim como diversas anotações com referências ao tráfico (com anotações de dívidas de droga), com marcações bem explícitas sobre entorpecentes vendidos, inclusive de drogas não chegaram a ser localizadas no local (crack). Além dos materiais, a polícia também apreendeu uma quantia em dinheiro.

Questionado sobre o restante do dinheiro de tráfico, o homem disse ter gasto tudo em uma festa em que estavam, minutos antes. A patrulha acionou a equipe do canil que compareceu no local com os cães de faro, mas nada a mais foi encontrado. O homem admitiu estar realizando o tráfico de drogas e chegou a tentar justificar, dizendo que teria entrado no mundo do crime por estar devendo para agiotas. Foi dada voz de prisão e o homem encaminhado com os materiais e drogas apreendidas até a 17ª SDP, para as providências legais.