MAIS LIDAS
VER TODOS

VIOLÊNCIA

Polícia Civil prende irmão de gestante assassinada em Apucarana

Rapaz, de 28 anos, afirma que irmã o ameaçou com uma faca

Da Redação

·
Preso foi encaminhado para delegacia de Apucarana
Icone Camera Foto por TNOnline
Preso foi encaminhado para delegacia de Apucarana
Escrito por Da Redação
Publicado em 05.05.2023, 20:45:27 Editado em 06.05.2023, 07:22:17
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

Uma equipe da Polícia Civil de Apucarana prendeu, no final da tarde desta sexta-feira (5), o irmão da gestante morta por espancamento no Jardim Ponta Grossa. O rapaz de 28 anos admitiu ter sido o autor dos golpes que vitimaram Suelem Aparecida dos Santos Roberto, 25 anos, e afirmou que se defendeu da vítima, que estaria armada com uma faca e teria ameaçado ele e sua família. Ele foi preso em Mandaguari na companhia da esposa e dois filhos. A mulher, que testemunhou os acontecimentos, também foi levada para sede da 17ª SDP em Apucarana, onde deve ser ouvida.

continua após publicidade

Em depoimento extraoficial, dado à imprensa, o rapaz afirma que deu oito golpes na irmã após uma discussão motivada pelo comportamento da irmã, que teria jogado fora parte do almoço preparado pela sua esposa. Ele afirma que estava de mudança para Apucarana e permaneceu alguns dias na casa onde a irmã reside e foi morta. O imóvel, segundo ele, é da mãe dos dois. "Estava de mudança hoje mesmo, estava arrumando a casa para ir embora", contou.

Na versão dos fatos que ele repassou à imprensa, a irmã teria se armado de uma faca, fazendo com a esposa e os filhos fugissem para fora da casa. "Perdi a cabeça", disse.

continua após publicidade

Segundo o delegado Marcus Felipe da Rocha Rodrigues, várias equipes da Polícia Civil atuaram na prisão em uma força-tarefa criada rapidamente a partir da comunicação do crime. "Equipes nossas diligenciaram em vários endereços dele em Jandaia do Sul e o encontramos em Mandaguari", comenta o delegado, acrescentando que o rapaz não resistiu à prisão. Preso em flagrante, ele tem registro criminal por violência doméstica.

"O irmão deve responder pelo crime de feminicídio agravado e aborto, uma vez que ele sabia da gestação da irmã", comenta o delegado.

O delegado adjunto, André Garcia, também participou da prisão e disse que o irmão mandou um áudio para a mãe deles, logo após o crime. "Ele confessou, inclusive ouvimos a mãe deles, ela nos apresentou uma mensagem de áudio, que ele confessa a morte da irmã. Desde que aconteceu o crime, nossos investigadores estavam em buscas do autor e em menos de quatro horas, conseguimos a identificação e a prisão", finaliza o delegado.

 Suelem Aparecida dos Santos Roberto,
Icone Camera Foto por Arquivo pessoal
Suelem Aparecida dos Santos Roberto,
GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Apucarana

    Deixe seu comentário sobre: "Polícia Civil prende irmão de gestante assassinada em Apucarana"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!