Apucarana

PM registra 3 casos de violência doméstica no fim de semana

Um homem de 36 anos, morador de Marilândia do Sul, foi preso em Apucarana.

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia PM registra 3 casos de violência doméstica no fim de semana
PM registra 3 casos de violência doméstica no fim de semana

A Polícia Militar (PM) de Apucarana registrou 3 ocorrências de violência doméstica na cidade durante a tarde e a noite deste sábado (16). Um homem foi preso.

continua após publicidade

O primeiro caso ocorreu por volta das 16h30, no bairro Mega Park, segundo boletim de ocorrências da PM. Uma mulher solicitou a presença dos policiais, alegando que seu namorado, que mora em Marilândia do Sul, veio até sua residência embriagado e a teria agredido. Segundo o boletim, ela contou que mantêm um relacionamento de um ano e oito meses com o homem e pediu que ele não viesse até sua casa, pois queria organizá-la. Porém, ao chegar do trabalho ele já a esperava, e ela percebeu que ele estava embriagado. Ela pediu que ele não ficasse, pois queria limpar a casa. Contudo, ao entrar, a vítima foi seguida e ele tentou segurá-la no quarto. Ela começou a gritar ele deu um tapa em seu rosto e tapou sua boca, mandando-a ficar quieta e que se gritasse novamente daria um soco em sua cara.

Depois da ameaça de agressão ela o convenceu a esperar que ela fosse limpar a casa, e neste momento, ela conseguiu correr até a casa da vizinha e chamar a polícia. A mulher relatou que a agressão resultou em um corte no interior de sua boca. O agressor foi detido e encaminhado para a delegacia.

continua após publicidade

Em seguida, outro caso foi registrado no Núcleo Joao Goulart. Uma mulher acionou a polícia informando que seu ex-marido foi até a casa dela, a xingou e agrediu com empurrões e socos, e em seguida fugiu. Feito patrulhamento, o agressor não foi localizado. Ela foi orientada pela PM.

No começo da noite de sábado, a PM foi chamada até o Pirapó, onde um homem estaria ameaçando sua companheira com uma faca. No local, a mulher contou que o companheiro chegou embriagado na residência e que iniciaram uma discussão, porém já haviam resolvido e ele se retirou do local. Ela não quis representar denúncia e recebeu orientação da equipe policial.