Apucarana

PM instaura inquérito para apurar morte em abordagem

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia PM instaura inquérito para apurar morte em abordagem
fonte: Arquivo pessoal
PM instaura inquérito para apurar morte em abordagem

A comunicação da Polícia Militar do Paraná repassou às 19h50 desta quinta-feira (22), as informações da abordagem que acabou com um homem morto em Apucarana. 

continua após publicidade

Anderson de Oliveira, de 37 anos morava no  Núcleo Habitacional Dom Romeu, e morreu na noite de quarta-feira (21).  Conforme a PM,  será instaurado um Inquérito Policial Militar para apurar todas as circunstâncias da ocorrência.

O Instituto Médico Legal, IML de Apucarana informou que um infarto agudo do miocárdio provocou a morte de Anderson.

continua após publicidade

Confira o que informou a PMPR

"Segundo o Boletim de Ocorrência registrado pelos policiais militares do 10º Batalhão, uma equipe policial patrulhava pelo bairro Núcleo Habitacional Dom Romeu Alberti, por volta de 18h25 de quarta-feira (21/04), quando ao se aproximar de um bar onde recaem denúncias sobre tráfico de drogas, perceberam um grupo em atitude suspeita. Um homem, de 37 anos, ao perceber a presença da viatura, correu do local com um objeto nas mãos e entrou numa casa anexa ao estabelecimento.

Durante a fuga, conforme consta no Boletim, o rapaz dispensou o objeto, que depois foi constatado se tratar de uma porção de cocaína. O homem foi abordado posteriormente e seria encaminhado por desobediência e porte de drogas, mas ao receber voz de prisão, segundo o Boletim de Ocorrência, ele empurrou um dos policiais militares, que caiu no chão, e tentou ainda pegar uma faca que estava em cima do fogão. Outro policial tentou conter o suspeito, mas ainda assim ele continuava agressivo segundo o relato.

continua após publicidade

O Boletim descreve ainda que foram aplicadas técnicas de uso seletivo da força para conter o homem mas, durante a situação, os policiais viram que ele estava sem sinais vitais devido a um aparente mal súbito. Iniciou-se rapidamente as manobras de reanimação e a equipe acionou o Siate e o Samu para prestar o atendimento.

Os socorristas fizeram os procedimentos de reanimação, mas o homem entrou em óbito no local. Um dos policiais militares também precisou de atendimento médico devido a lesões ocorridas durante a tentativa de imobilização. Foram acionados os órgãos competentes, e isolado o local onde ocorreu a situação. A droga que foi dispensada foi entregue na delegacia da cidade posteriormente.

O 10º Batalhão informa que os policiais militares envolvidos na ocorrência se apresentaram espontaneamente ao oficial supervisor da unidade e será instaurado um Inquérito Policial Militar para apurar todas as circunstâncias da ocorrência."