Apucarana

PM de Apucarana registra sete casos violência doméstica na cidade

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia PM de Apucarana registra sete casos violência doméstica na cidade
fonte: Ilustração
PM de Apucarana registra sete casos violência doméstica na cidade

 A Polícia Militar (PM) de Apucarana registrou casos sete casos de ameaças contra mulheres e violência doméstica somente no domingo (2). 

continua após publicidade

A primeira ocorrência foi no Núcleo Marcos Freire, por volta das 8h. A mulher contou que o marido chegou alterado devido ao uso de entorpecentes, pegou uma faca, fez ameças de morte e ainda acertou tapas no rosto dela. Ela se trancou na casa e chamou a PM, porém o esposo tinha fugido. 

O outro foi por volta das 10h47 na Vila Reis. Uma mulher chamou a PM e disse que o irmão estava embriagado e ameaçado a própria mãe. Conforme a polícia, o homem estava bastante alterado e foi levado para a delegacia. 

continua após publicidade

Depois , às 13h30 a PM foi até o Sanches dos Santos, onde uma mulher disse que o marido usou uma barra de ferro para agredi-lá. A vítima disse que no sábado já tiveram uma briga e que no domingo acabaram se agredindo. Ela sofreu um ferimento no braço esquerdo. Ambos foram levados para a 17ª Subdivisão Policial de Apucarana. 

Ainda no Sanches dos Santos, um casal brigou por volta das 14h25. A PM também foi chamada. A mulher contou que o marido de 63 anos chegou embriagado e agressivo, xingando ela e chutando as portas da casa, porém, a esposa preferiu não representar contra o homem, os dois então foram orientados. 

Por volta das 17h14 a PM recebeu denúncias de que um casal estava brigando dentro de um carro estacionado no Jardim Ponta Grossa, na Avenida Getúlio Vargas e que no veículo tinha uma criança.

continua após publicidade

No local a PM constatou que era uma menina de cinco anos, filha do casal e que a mulher de 22 anos estava bem alterada, com visível estado de embriaguez. O marido de 38 anos disse que não estava agredindo a esposa, mas que discutiram, devido a mulher ter engerido bebidas alcoólicas e queria comprar cocaína, como ele não realizou a compra, aconteceu a discussão. Os dois foram orientados. 

Já na noite, por volta das 21h10 a PM foi chamada por um morador do Residencial Ouro Fino que denunciou a violência doméstica. No local a polícia encontrou uma viatura do Samu que foi atender uma 'queda de mesmo nível' onde a mulher apresentava uma lesão na cabeça. Ela não falou o que teria realmente acontecido, nem repassou o nome do marido. A mulher foi orientada.

Por fim, perto das 23h, um adolescente de 17 anos foi apreendido após jogar um banco de madeira na própria mãe, que sofreu uma lesão no pé. A mulher ainda contou que há 20 dias o filho está morando com ela e é usuário de drogas, que não pode deixar nada de valor dentro de casa por medo dele pegar. 

continua após publicidade

Ele foi apreendido e levado para a delegacia.