Apucarana

PM atende três ocorrências do mesmo veículo em postos

Uma Hilux Prata, conduzida por um argentino de 65 anos, foi envolvida em três ocorrências em postos de combustíveis da cidade

Da Redação ·

Três ocorrências policiais ocorridas nesta sexta-feira (25) em Apucarana, chamam a atenção por envolverem o condutor de uma caminhonete Toyota Hilux Prata em dois postos de combustíveis da cidade. Só na terceira ocorrência, já a noite, o condutor foi localizado pela polícia.

continua após publicidade

A primeira ocorrência foi no meio da tarde, num posto de combustíveis da Avenida Minas Gerais. Segundo relatada à equipe da PM que atendeu a ocorrência, o gerente do posto informou que um homem, aparentando 65 anos, que seria de nacionalidade argentina, conduzia uma Toyota Hilux de cor prata. Ele parou no posto, abasteceu a quantidade R$ 300  em óleo diesel e, na hora de pagar a conta, apresentou três notas de mil pesos argentinos. O gerente explicou ao homem que a empresa não aceita pagamentos naquela moeda e o homem, dizendo que não tinha outra forma de pagar, deixou as notas de peso no balcão e foi embora. A equipe da PM chegou a fazer buscas pela região, mas não localizou o veículo.

Já no final da tarde desta sexta-feira, outra equipe da PM foi acionada para atender a uma ocorrência num posto de combustíveis na rua Professora Talita Bresolin, no centro da Apucarana. Um funcionário do posto informou à equipe que um homem, que conduzia uma Toyota Hilux de cor prata teria abastecido o veículo no local e ido embora sem fazer o pagamento. Porém, ao chegar ao local da solicitação, a equipe da PM não encontrou o condutor da camionete e tão pouco o solicitante.

continua após publicidade

TERCEIRA OCORRÊNCIA

A terceira ocorrência do dia envolvendo a caminhonete Hilux Prata foi já no início da noite desta sexta-feira (25). A PM foi acionada agora na Vila Nova, na rua Humberto Vendramel. A pessoa que chamou a PM relata que, no período da tarde, uma Toyota Hilux de placas tipo Mercosul, da Argentina, teria abastecido 54 litros e se evadido do local sem efetuar o pagamento.

Segundo o relato, por volta de 19 horas, o mesmo condutor teria ido até outro posto, próximo ao estádio e que estaria comprando erva pra chimarrão. Um funcionário do posto, alertado da ocorrência anterior em outro posto da mesma rede, informou ao solicitante que foi até o posto e fez a abordagem do autor, quando chamou a PM.

continua após publicidade

O condutor da caminhonete foi identificado, sendo um argentino, o que dificultou bastante a comunicação com a equipe policial.  A equipe verificou os documentos do homem e do veículo, quando constatou que a licença nacional para dirigir estava vencida, assim como o documento do veículo.

O argentino, idoso, teria apresentado sinais de confusão espacial, com dificuldade de localização, uma vez que dizia estar em outra cidade.  Mas a equipe tinha informações de que ele falava português, uma vez que fizeram compras nos postos, se comunicando bem e que estaria simulando não compreender os policiais.

Para que se pudesse haver melhor compreensão com o autor, a equipe acionou um policial militar que possui fluência na língua castelhana, para ajudar na ocorrência. Sobre o veículo a equipe foi informada que na data anterior teria se envolvido em um acidente, porém não foi confirmado pelo relatório policial, mas o veículo apresentava diversas avarias tanto na parte dianteira, traseira e ambas as laterais, aparentando ter se envolvido em acidente de trânsito. Diante das constatações o veículo foi recolhido ao pátio do batalhão. O autor realizou o pagamento do valor devido, sendo que o gerente do posto aceitou que o pagamento fosse em pesos argentino, sendo realizada a conversão em reais para equiparar os valores. Em razão do pagamento as partes foram orientadas e liberadas no local, a qual a parte solicitante declinou de representação.

continua após publicidade

UMA QUARTA OCORRÊNCIA?

A caminhonete Hilux Prata pode ainda ter sido a envolvida numa quarta ocorrência no mesmo dia. É o que se pode concluir nos Boletins da Polícia Militar de Apucarana. Na noite de sexta-feira (25), já às 22h50, uma mulher registrou ocorrência dando conta que conduzia sua motocicleta pela rua Rio Branco, no centro da cidade e, ao entrar na Avenida Curitiba, quando uma caminhonete Hilux, de cor prata, bateu em sua traseira, arrastando ela e a moto. A mulher teve ferimentos nas pernas e a moto teve danos de pequena monta. Testemunhas não conseguiram identificar a placa do veiculo, que teria fugido do local sem prestar atendimento.