Apucarana

Plantio de mudas nativas integra área de mata do Parque da Raposa

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Plantio de mudas nativas integra área de mata do Parque da Raposa
fonte: PMA
Plantio de mudas nativas integra área de mata do Parque da Raposa

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Apucarana fez a integração da mata do Parque da Raposa, preenchendo com mudas nativas os “vazios” existentes. Dos cerca de 60 hectares da unidade de conservação que são de propriedade do Município, 15 hectares abrangem a área inundada, 30 já possuíam a mata nativa e o restante – 15 hectares – recebeu o plantio de mudas nativas.

continua após publicidade

Os primeiros plantios foram feitos há seis anos e anualmente o Município foi preenchendo os vazios existentes, somando seis pontos de reflorestamento. Nesta sexta-feira (12/03), o prefeito Junior da Femac visitou o último plantio, com 2.500 mudas. “Este é o último vazio que foi preenchido e completa a integração da área de matas no Parque da Raposa”, frisa Junior da Femac, observando que toda a unidade de conservação possui cerca de 290 hectares e que o Município possui a posse efetiva de 60 hectares.

O prefeito afirma que a área sob o domínio do Município deverá ser ampliada, com novas aquisições. “É um local de preservação ambiental, aonde fazemos o plantio de diversas mudas nativas, das quais muitas estão em extinção, como peroba rosa, paineira, araucária, gurucaia, pau-d´alho, maricá, canafístula, guaritá, sobrasil, angico e algodoeiro”, cita Junior da Femac.

continua após publicidade

O secretário municipal de Meio Ambiente, Gentil Pereira, afirma que a maioria dos plantios são compensações por árvores que foram retiradas. “Os maiores plantios, por exemplo, foram feitos para compensar as árvores que tiveram que ser derrubadas no Contorno Sul pela concessionária Rodonorte, visando a duplicação da rodovia”, ilustra, citando ainda outras que foram retiradas em praças por oferecerem riscos ou para obras de remodelamento.

O secretário ressalta ainda que a preservação da unidade de conservação do Parque da Raposa rende ao Município repasses do ICMS Ecológico. “Esse reflorestamento que preencheu os vazios existentes, quando a mata estiver formada, vai impactar lá na frente com o incremento no valor do ICMS Ecológico”, salienta Gentil Pereira.