Apucarana

Pecuária leiteira e produção orgânica terão maior incentivo

O prefeito Júnior da Femac recebeu nesta sexta-feira (01/04) um diagnóstico atualizado da cadeia leiteira de Apucarana

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Pecuária leiteira e produção orgânica terão maior incentivo
fonte: Assessoria

O prefeito Júnior da Femac recebeu nesta sexta-feira (01/04) um diagnóstico atualizado da cadeia leiteira de Apucarana. Realizado pelo Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR Paraná) a pedido do município, o estudo catalogou 38 pequenos pecuaristas. O documento técnico foi entregue a Secretaria Municipal da Agricultura pelo gerente regional do IDR Paraná, Romeu Suzuki durante reunião de avaliação das parcerias e estabelecimento de novas estratégias de fomento do desenvolvimento agropecuário local.

continua após publicidade

Do encontro realizado no gabinete municipal, também participaram o vice-prefeito Paulo Sérgio Vital, o chefe do IDR em Apucarana, Marco Antônio Casini Sanchez, e o diretor do IDR em Apucarana, Geraldo Maroneze. Na ocasião, Júnior da Femac salientou que além da pecuária leiteira, a produção orgânica também terá maior incentivo governamental a partir de agora. “Vamos intensificar as iniciativas que já existem, como o Programa Terra Forte – fruticultura e cafeicultura, e trabalhar em conjunto com o IDR Paraná para organizar e fomentar o desenvolvimento da nossa cadeia leiteira, o Programa Terra Forte Leite, e da produção de produtos orgânicos, com o Programa Terra Forte Orgânico”, anunciou o prefeito.

A participação do IDR, assegurou Júnior da Femac, é fundamental. “Força de vontade é importante, e isso eu sei que nossos agricultores possuem, mas nem sempre é o suficiente, por isso a presença do conhecimento técnico do IDR, somado aos da prefeitura, é fundamental para que essas e outras iniciativas se frutifiquem junto ao nosso homem do campo”, pontuou o prefeito de Apucarana.

continua após publicidade

A conclusão do diagnóstico, que catalogou e georeferenciou os pequenos pecuaristas do município, já é um grande passo para a definição do plano de ação, avaliou Júnior da Femac. “Vamos agora reunir os técnicos do IDR Paraná e da Secretaria Municipal da Agricultura para estabelecer os próximos passos visando oferecer a esses pecuaristas acesso a meios de melhoria genética do plantel, da qualidade da alimentação do animal, de tecnologia e equipamentos para garantir qualidade ao produto, redução de custos, entre outras ações de apoio técnico visando o fortalecimento da nossa pecuária leiteira, que já foi destaque do Paraná”, lembrou o prefeito Júnior da Femac.

Com relação ao incentivo à produção de produtos orgânicos, foi definida a continuidade de apoio às cooperativas locais e a estruturação, com recursos municipais, de uma agroindústria, que agregaria ainda maior valor à produção mediante beneficiamento dos alimentos oriundos do Programa Terra Forte, em forma de sucos, doces e compotas. “Temos um espaço que pertencente ao município onde pretendemos desenvolver esta ideia. Além da agroindústria, no local também poderá ser implantado uma central de atacado para venda direta dos produtos rurais a restaurantes, quitandas e pequenos mercados de Apucarana”, revelou o prefeito Júnior da Femac.

Eventos – A retomada dos eventos técnicos presenciais suspensos no período da pandemia, como a Feira do Café, realizada no Distrito de Pirapó, e a Exposição Agropecuária (Expoagri) promovida em parceria com o Colégio Agrícola Estadual Manoel Ribas, também foram definidas na reunião. “Não podemos deixar de incentivar e apoiar a cultura da agrofamília, que é a essência de Apucarana. Por isso a prefeitura ratifica seu apoio a todas as iniciativas culturais, musicais, gastronômicas e de promoção dos costumes que valorizam e reconhecem o valor da família rural e que contribuem para que o jovem decida permanecer na propriedade agrícola”, disse o prefeito Júnior da Femac.