Apucarana

“Paraná Saúde” anuncia R$4 milhões em “kits de intubação”

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia “Paraná Saúde” anuncia R$4 milhões em “kits de intubação”
fonte: Reprodução
“Paraná Saúde” anuncia R$4 milhões em “kits de intubação”

O Consórcio Intergestores Paraná Saúde, entidade que congrega 398 dos 399 municípios do estado e atua na aquisição de medicamentos elencados na Assistência Farmacêutica Básica, anunciou nesta terça-feira (23/03) processo de aquisição de R$4 milhões em medicamentos voltados a auxiliar na intubação de pacientes com nível crítico de evolução da Covid-19, os chamados “kits de intubação”.

continua após publicidade

O assunto foi deliberado em videoconferência que contou com a participação do prefeito Júnior da Femac, que faz parte do Conselho Fiscal do consórcio estadual. “É uma honra fazer parte da diretoria desta importante entidade, que presta um grande serviço aos municípios paranaenses na área da saúde pública. Apucarana se orgulha em integrar essa soma de esforços e vem participando de forma ativa de todos os grandes debates acerca da aquisição de vacinas e medicamentos, conduzindo de forma séria e cuidadosa todas as decisões que dizem respeito à pandemia”, disse o prefeito de Apucarana.

A compra de R$4 milhões em “kits de intubação” visa auxiliar o Governo do Paraná no abastecimento da rede de hospitais conveniados ao SUS com medicamentos necessários à intubação de pacientes com a Covid-19”. “Ressalta-se que esses farmacos estão escassos no mercado nacional e internacional, mas o consórcio tem conduzido tudo com o devido planejamento para que as coisas aconteçam da melhor forma possível e que não haja falta na rede hospitalar do Paraná”, pontuou Júnior.

continua após publicidade

Outro assunto em pauta foi a aquisição de imunizantes à Covid-19. “O “Paraná Saúde”, que é presidido pelo prefeito de Marilândia do Sul, Aquiles Takeda Filho, já firmou oito protocolos de intenções com empresas fornecedoras para aquisição, em conjunto com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), de 16 milhões de doses da vacina”, informou Júnior da Femac.

Ele salienta que paralelo aos esforços das autoridades políticas e de saúde, a população precisa reforçar as medidas preventivas à contaminação. “A variante do vírus, que é ainda mais contagiosa e fatal, está circulando entre nós. Todos os dias estamos nos despedindo, dolorosamente, de pessoas cada vez mais próximas. De um colega de trabalho, de um amigo e muitos de um membro da família. Esta doença existe, não é brincadeira, e até que todos tenham sido imunizados com a vacina, não há caminho mais seguro do que seguir todas as regras de prevenção: saindo de casa somente quando necessário, não aglomerar, lavar as mãos, usar máscara. Não é momento de reunião familiar, não é hora de festinha com amigos”, solicitou o prefeito de Apucarana.