Mais lidas

    Apucarana

    10º BPM

    Pandemia reduz efetivo da PM, revela comandante na Câmara

    Pandemia reduz efetivo da PM, revela comandante na Câmara
    Foto por Reprodução
    Escrito por Edison Costa
    Publicado em 31.03.2021, 08:53:08 Editado em 31.03.2021, 08:53:33
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    O novo comandante do 10º Batalhão da Polícia Militar de Apucarana (10º BPM), major Marcos José Facio, esteve na sessão ordinária da Câmara de Vereadores nesta segunda-feira (29), a convite do presidente da Casa, Franciley Preto Godói Poim (PSD). Ele estava acompanhado do novo subcomandante Major Douglas.

    Major Facio fez um relato dos trabalhos realizados pelo seu antecessor tenente-coronel Roberto Francisco Cardoso, que foi transferido para Rolândia, e falou do seu plano de trabalho no comando da corporação.

    Segundo ele, que já vinha trabalhando junto com o tenente-coronel Cardoso, sua linha de trabalho não será diferente.  “Vamos buscar um aumento do efetivo do sistema de patrulhamento em todas as doze cidades de abrangência do 10º BPM e trazer a sensação de segurança à nossa comunidade”, disse.

    Major Facio admite, no entanto, que a tarefa não será fácil. É que o efetivo policial do 10º BPM é reduzido, assim como há uma defasagem em todo o Paraná, e revelou que a pandemia diminuiu ainda mais a corporação. Segundo ele, neste período de um ano de pandemia, só em Apucarana 50% do efetivo foi afastado preventivamente do trabalho devido à suspeita de Covid. Desses, 36 policiais deram positivo. “Com as bênçãos de Deus, nós não tivemos nenhum internado em estado grave”, disse, informando que todos ficaram em isolamento e se recuperaram em casa.

    Mesmo diante desta situação, Major Facio observa que, assim como a saúde, a Polícia Militar não parou um só dia neste período de pandemia, estando trabalhando 24 horas por dia, sete dias da semana e 30 dias do mês. “Nós não temos como fazer home office, não tem como o policial ficar em casa para atender a uma ocorrência, não tem como”, explicou. Mesmo assim, conforme o major, no primeiro bimestre deste ano, em comparação com o primeiro bimestre do ano passado, houve uma redução de 40% dos furtos a residências, 30% dos roubos com armas e aumento de 80% das apreensões de armas.

    RESPEITO À PM

    O novo comandante do 10º BPM de Apucarana, Major Facio, assegura que todos os policiais estão trabalhando e empenhados em proteger a sociedade apucaranense. “São policiais da nossa cidade, que moram na cidade e dão a vida pela cidade”, assinala. Neste aspecto, ele pede que haja mais respeito de algumas pessoas quando eles vão fazer as abordagens. Quando se trata de abordagens em aglomerações e festinhas que são proibidas por decreto estadual, ele observa que sempre tem aquele que diz a velha frase: Por que não vão prender bandido? “Se nós não tivéssemos que ir lá acabar com a aglomeração por ordem de um decreto estadual, nós estaríamos correndo atrás de bandido”, responde.

    Segundo ele, toda vez que três viaturas se deslocam para o Parque Jaboti para verificar aglomerações, por exemplo, a PM está deixando de patrulhar pelo menos 30 bairros da cidade. Neste sentido, ele pede à Câmara de Apucarana e à imprensa que ajudem a conscientizar a população para o cumprimento das medidas restritivas contra a Covid. “Assim, nós podemos fazer nosso verdadeiro trabalho de prevenção e evitar que ocorram crimes e roubos”, suplica.

     

     

    Mais matérias de Apucarana

    Deixe seu comentário sobre: "Pandemia reduz efetivo da PM, revela comandante na Câmara"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.