MAIS LIDAS
VER TODOS

"ARAPUCA"

Operação da PF em Apucarana e Arapongas mira venda ilegal de Iphones

Equipes da Polícia Federal cumprem mandados nas duas cidades na manhã desta quinta-feira; veja o vídeo

Da Redação

·
Equipes da PF estão nas duas cidades
Icone Camera Foto por TNonline
Equipes da PF estão nas duas cidades
Escrito por Da Redação
Publicado em 05.10.2023, 09:39:00 Editado em 05.10.2023, 13:01:54
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

A Polícia Federal (PF), com o apoio da Receita Federal do Brasil, deflagrou na manhã desta quinta-feira (5) a operação “Arapuca 3”, cujo objetivo é desmantelar um grupo que importava ilegalmente e revendia aparelhos celulares, da marca Iphone, sem o recolhimento de tributos federais. Veja vídeo abaixo

continua após publicidade

-LEIA MAIS: Aluno pula muro de colégio e GM é acionada após suspeita de ataque

Cerca de 15 policiais federais e quatro auditores fiscais estão cumprindo três mandados de busca e apreensão nas cidades de Arapongas e Apucarana, no Norte do Paraná.

continua após publicidade

Durante as investigações verificou-se que o grupo introduzia clandestinamente aparelhos celulares de uma marca específica (Iphone) e os comercializava em três lojas físicas da região, sem o recolhimento dos impostos referentes à importação e revenda dos aparelhos.

O delegado da Polícia Federal, Hugo Mendonça, explicou que as investigações começaram este ano.

"Foi um inquérito instaurado este ano aqui na nossa delegacia, com informações levantadas pela Polícia Federal e pela Polícia Civil. Avaliamos que existe uma grande possibilidade do crime de descaminho", conta.

continua após publicidade

A Polícia Federal também informou que, além das lojas físicas, os aparelhos também eram comercializados na internet.

"Constatamos que o comércio desses eletrônicos também era realizado nas redes sociais. Essas pessoas serão agora investigadas pelo crime de descaminho", ressalta.

Alguns aparelhos não possuíam documentação, configurando importação irregular.

continua após publicidade

"Foi constatado que alguns aparelhos não tinham qualquer documentação, outros aparelhos vamos avaliar e investigar. Só ao final da investigação poderemos confirmar a origem, se foi descaminho ou não", conta.

 Viatura da PF estacionada no centro de Apucarana
Icone Camera Foto por TNonline
Viatura da PF estacionada no centro de Apucarana
continua após publicidade

O valor exato dos prejuízos causados pela ação criminosa será objeto de levantamento por parte da Receita Federal do Brasil, a partir dos documentos e materiais apreendidos na data de desta quinta-feira.

A operação recebeu o nome de “Arapuca” em alusão às cidades onde os aparelhos celulares eram comercializados ilegalmente. O termo Arapuca é um acrônimo dos nomes das cidades de Arapongas e Apucarana. Duas ações semelhantes já foram realizadas pela PF no passado, razão pela qual a operação foi batizada de “Arapuca 3”.

Os investigados responderão pelos crimes de descaminho e associação criminosa, cujas penas máximas somadas atingem sete anos de reclusão.

"É muito difícil a pessoa ficar presa preventivamente pelo crime de descaminho. A princípio vamos analisar as possibilidades, tanto para o crime de descaminho, quanto para a inocência dos envolvidos", afirma o delegado.

Em Apucarana, os policiais federais estiveram em uma loja na Rua Oswaldo Cruz. Já em Arapongas, a operação foi realizada em um estabelecimento localizado na rua Flamingos.

Equipes da Polícia Federal cumprem mandados nas duas cidades na manhã desta quinta-feira tnonline

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Apucarana

    Deixe seu comentário sobre: "Operação da PF em Apucarana e Arapongas mira venda ilegal de Iphones"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!