Apucarana

Novo acesso no Contorno Norte é liberado

Novo acesso no Contorno Norte é liberado

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Novo acesso no Contorno Norte é liberado
fonte: PMA
Novo acesso no Contorno Norte é liberado

Com as obras de sinalização viária e reforço na iluminação, a Prefeitura de Apucarana concluiu nesta semana a modernização da Rua Koei Tatesuji, situada ao lado da Sociedade Rural. A via é bastante utilizada como alternativa de acesso à cidade, por meio do Contorno Norte, especialmente nos horários de pico no trânsito.

continua após publicidade

De acordo com o prefeito Junior da Femac, a Rua Koei Tatesuji foi totalmente reconstruída. “Além de asfalto novo em cerca de 600 metros de extensão, a via foi alargada e também recebeu galerias pluviais e meio fio, além de calçada para pedestres e reforço na iluminação”, pontua Junior da Femac.

O investimento nesta obra foi de R$ 700 mil, com recursos federais liberados através do deputado Sérgio Souza. “Apucarana tem agora uma nova entrada da cidade para quem chega de Londrina e que vai contribuir para desafogar o fluxo na Avenida Brasil”, destaca Junior da Femac.

continua após publicidade

O secretário de obras Herivelto Moreno lembra que a Rua Koei Tatesuji liga o Contorno Norte à Avenida Pinho Araucária, que também foi modernizada. “A Pinho Araucária recebeu sistema de drenagem, nova pavimentação e sinalização de trânsito. A via também ganhou mais pontos de retorno, novo calçamento e, no canteiro central da avenida foi implantada uma pista de caminhada”, informa Moreno.

As duas obras, ou seja, a reconstrução da Avenida Pinho Araucária e da Rua Koei Tatesuji, integram um amplo projeto de modernização das entradas da cidade. Da mesma forma, isso aconteceu com a Rua Cristiano Kussmaul e a Rua Nova Ucrânia. “São vias perimetrais que fazem o acesso com o Contorno Sul e que também foram remodeladas. O objetivo é melhorar a trafegabilidade e a mobilidade urbana e, ao mesmo tempo, estimular o desenvolvimento destas regiões”, explica  Junior da Femac.