MAIS LIDAS
VER TODOS

MORTE PRECOCE

Mulher morre horas depois do parto; Materno Infantil emite nota

A jovem deu à luz ao seu terceiro filho pela manhã e faleceu durante a tarde; nota do hospital afirma que paciente tinha comorbidades

Da Redação

·
Escrito por Da Redação
Publicado em 03.02.2023, 10:49:54 Editado em 03.02.2023, 12:58:57
Imagen google News
Siga o TNOnline no Google News
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.
Continua após publicidade

Uma jovem de 22 anos morreu na tarde desta quinta-feira, 02, no Hospital Materno Infantil, em Apucarana, norte do Paraná. Mariana Eduarda Morales Rosa, era servidora da prefeitura de Jandaia do Sul e veio a Apucarana para dar à luz ao terceiro filho.

continua após publicidade

Segundo relatos apurados pela reportagem junto a amigos que residem em Cambira, onde moram os pais da jovem, ela teria dado a luz durante a manhã desta quinta-feira. Horas depois, teria passado mal e acabou morrendo durante a tarde. De acordo com informações preliminares, a morte teria ocorrido por conta de uma parada cardíaca.

- LEIA MAIS: Morre aos 94 anos, Antônio Francisco Cardoso, em Apucarana

continua após publicidade

Mariana está sendo velada na Capela Mortuária de Cambira. O sepultamento será às 15 horas, no Cemitério de Jandaia do Sul.

A prefeitura de Jandaia do Sul lamentou a morte da servidora através das redes sociais:

Mulher morre horas depois do parto; Materno Infantil emite nota
Icone Camera Foto por Reprodução / Redes sociais
continua após publicidade

Hospital emite nota

A reportagem entrou em contato com a assessoria do hospital, pedindo informações sobre as circunstâncias em que a morte ocorreu, e recebeu a seguinte nota:

continua após publicidade

"O Hospital da Providência Materno Infantil informa que a paciente de 22 anos se tratava de uma paciente de alto risco, com comorbidades, sendo a mais grave epilepsia, com várias internações na atual gestação, que infelizmente veio a ter morte súbita. De acordo com o Dr. Sergio Seidi Uchida, diretor técnico do Hospital, durante a parada cardiorrespiratória foi acompanhada de quatro médicos, onde foram usadas todas as manobras de reanimação cardiorrespiratórias, via medicamentos, intubação, massagem cardíaca e cadioversão, sendo utilizado um equipamento cardioversor em tempo hábil. A tentativa de reanimação durou 40 minutos, mas infelizmente apesar dos esforços da equipe a paciente faleceu. Durante todo o transcorrer de sua internação, estava acompanhada de sua mãe, que visualizou os esforços da equipe", diz a nota.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Icone FaceBook
Icone Whattsapp
Icone Linkedin
Icone Twitter

Mais matérias de Apucarana

    Deixe seu comentário sobre: "Mulher morre horas depois do parto; Materno Infantil emite nota"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.
    Compartilhe! x

    Inscreva-se na nossa newsletter

    Notícia em primeira mão no início do dia, inscreva-se agora!